Os caras que trouxeram até você o iPhone e o Gmail agora querem conectar a sua lavadora de roupas, interruptor e basicamente todos os demais dispositivos elétricos que você possa imaginar à Internet. Prepare-se para ficar maravilhado.

A Electric Imp saiu do seu esconderijo hoje e anunciou uma linha de cartões Imp que podem ser instalados em qualquer dispositivo eletrônico para colocá-lo na Internet e até mesmo controlá-los por lá. Os pequenos cartões são bem parecidos com cartões SD comuns, mas têm antena Wi-Fi e processadores embutidos. Você pode instalá-los em um dispositivo que já existe usando alguma das placas de circuitos que a Imp vende e a empresa já negocia com integradores a criação de slots pré-instalados da Imp em uma vasta gama de produtos. Uma vez instalados, eles se conectam à Internet e aos controles de software baseados na nuvem da Imp, permitindo que sejam controlados remotamente e trabalhem em conjunto com outros dispositivos conectados.

Esta é a “Internet das Coisas” sobre a qual temos ouvido tanto falar. Mas diferente da maioria das soluções, esse não é um sistema vertical que exige que você compre dispositivos desenhados para serem conectados a uma controladora central. A grande sacada da Imp é que eles funcionarão com qualquer dispositivo e então programados para controlar cada um conforme necessário. Não é preciso criar um software de back-end para controlar os dispositivos, a Imp cuida dessa parte toda.

E a linha de produtos compatíveis é impressionante. Por exemplo, você pode ter um Imp conectado ao sensor de nível de água na base de uma árvore de Natal que envia uma mensagem de texto automaticamente se o nível de água ficar muito baixo ou diminui as luzes da árvore para evitar um incêndio. (Veja o vídeo demonstrativo abaixo com um Imp fazendo exatamente isso, com o time da Electric Imp configurando tudo em tempo real em cerca de um minuto.) Você pode configurar a bomba da piscina para funcionar apenas quando a eletricidade estiver abaixo de um dado preço pelo Kilowatt Hora. Fabricantes de máquinas de lavar podem usá-los (bem como os consumidores) para ter um feedback sobre o quão eficiente elas estão sendo usadas. Imps poderiam ser conectados a sensores no solo de um jardim para ligar e desligar o sistema de irrigação automaticamente.

O software baseado na web usa uma interface gráfica no estilo “arrastar e soltar” para configurar comandos, tornando bem simples usar e criar ações. Para usuários mais avançados, porém, ele também é programável, o que abre um mundo de possibilidades. Os usuários poderão compartilhar tarefas que criaram, bem como designs de hardware. Algumas placas desenhadas pela Imp serão vendidas na SparkFun no meio do ano, mas eles realmente esperam que as pessoas hackeiem e compartilhem seus próprios designs.

Assistir ao time da Electric Team (que inclui o ex-gerente de engenharia do iPhone Hugo Fiennes e o ex-designer do Gmail Kevin Fox) criar ações complicadas em tempo real é maluquice. Mas um dos recursos mais impressionantes da demonstração com implicações mais avançadas foi, de certa forma, uma pequena parte de como tudo isso funcionará.

Qualquer um que já tenha tentado colocar dispositivos Wi-Fi burros para funcionar em uma rede doméstica ou do escritório sabe que o processo nunca é igual e, com frequência, bem chato. Colocar um Imp para funcionar em uma rede Wi-Fi é super fácil e um feito engenhoso. Você coloca o SSID e senha da sua rede Wi-Fi no Electric Imp do seu celular (iPhone ou Android) e o app pisca uma luz em um fotosensor no cartão Imp, usando pulsos de luz para transferir o login. Isso. É. Demais.

Um pacote prévio para desenvolvedores chegará no final de junho. Os cartões custarão US$ 25, enquanto uma placa de circuito básica deve chegar às lojas por US 10 e as mais complexas, por US$ 20 (os preços das placas ainda não foram confirmados). [Electric Imp]