A possibilidade de encontrarmos um planeta habitável em algum lugar do universo está cada vez maior. Um novo estudo afirma que uma em cada cinco estrelas parecidas com o Sol conta com um planeta do tamanho da Terra em uma zona habitável. Isso adiciona cerca de 20 bilhões de planetas como a Terra apenas na via láctea.

Agora, eis a parte realmente divertida. Se os cálculos estiverem corretos, o planeta desses mais próximo à Terra em uma chamada “zona habitável” está a apenas 12 anos-luz de distância. (Tudo o que precisamos agora é de uma nave espacial muito rápida).

Obviamente, essas descobertas são espetaculares para caçadores de planetas. “Planetas do tamanho da Terra com a temperatura de uma xícara de chá são comuns ao redor de estrelas parecidas com o Sol”, explica Geoff Marcy, um astrônomo da Universidade de Berkley, nos Estados Unidos, e um dos co-autores da pesquisa. “Isso representa um grande salto em direção à possibilidade de vida, incluindo vida inteligente, no universo.” Na verdade, quando colocado dessa maneira, isso se torna uma notícia potencialmente ruim para nós, já que alienígenas são assustadores.

Como outras pessoas destacaram, falar que um planeta é do tamanho da Terra não faz com que ele seja como a Terra. Quando existem 20 bilhões deles, no entanto, podemos dizer que há uma boa chance de ao menos um deles ser parecido com o nosso. “Quando você olha para o céu à noite, quantas delas têm um planeta como a Terra?, questionou Erik Petigura, um dos autores do estudo, ao The Washington Post. “Somos capazes de começar a responder essa questão.”

Os dados do estudo – que foram publicados no Proceedings of the National Academy of Sciences – foram tirados do telescópio espacial Kepler, da NASA. Infelizmente ele quebrou no começo do ano, e agora vai ficar mais difícil identificarmos alguns desses gêmeos da Terra. [Space.comWashington Post]