O executivo sênior da Apple Jeff Dauber tem paixão por tecnologia, que só se iguala à sua paixão por arte contemporânea, e por isso mesmo ele chamou o arquiteto Thom Faulders para construir um deque no quintal que combina as duas paixões dele de uma forma impressionante.

A madeira de bordo japonês no quintal da casa em São Francisco de Jeff Dauber não está no centro de um vórtex que suga carbono. Foi mal, fãs de ficção científica, mas o deque perfeitamente plano do arquiteto Thom Faulders só parece que seu canto tem gravidade deformada. Desde o trabalho de Francesco Borromini na Galleria Spada, em Roma, perspectivas forçadas e mecenato arquitetônico andam de mãos dadas, mas enquanto o arquiteto da Renascença empregou um matemático para fazer a arcada parecer mais longa através da perspectiva forçada (foreshortening), Faulders usou um programa de modelagem 3D para chegar ao efeito de submersão do Deformscape.

"Eu queria que alguém vomitasse quando olhasse para ele", diz Dauber.

Então Dauber serve pras visitas a carne assada da churrasqueira embutida só pra ter o prazer perverso de vê-las pôr tudo pra fora depois. Legal. Mas a bizarrice não acaba por aí: Faulders também foi o designer da maior parte do espaço interior da casa, transformando-o em uma casa de solteiro/galeria de arte com paredes malucas e tetos que parecem formar ondas. Nem precisa dizer que, se você sofre de algum tipo de enjoo quando está em movimento, melhor não andar com esse cara. [Metropolis via Fast Company]