Aproveitando o lançamento do Galaxy S4 no Brasil, a Samsung também revelou detalhes sobre outros dois modelos: o gigante Galaxy Mega de 6,3 polegadas, e o tablet Galaxy Note 8.0 com sua caneta stylus.

Ambos serão lançados no Brasil em breve: o Note 8.0 “já saiu da fábrica”, e chega nas próximas semanas em versões 3G (R$1.599) e Wi-Fi (R$1.299). Por sua vez, o smartphone Galaxy Mega chega em junho, ainda sem preço definido.

Aproveitamos o evento para brincar com o Galaxy Mega e rever o Note 8.0.

O Samsung Galaxy Mega surpreende pelo seu tamanho. Ele é grande. Não, sério, ele é muito grande – 6.3 polegadas. Para ter ideia do que isso significa, a tela dele é maior que o Samsung Galaxy SIII:

galaxy-mega-note 2

O tamanho exagerado não vem acompanhado de uma resolução muito alta: os 1280×720 pixels impressionam menos aqui, dado que a tela é maior, e dado que ela usa um painel TFT, oferecendo cores menos vivas que no Super AMOLED.

Ele tem design quase idêntico ao do Galaxy S4, com as mesmas laterais que imitam alumínio do novo high-end da Samsung. Ele também é bastante fino e leve: 8mm de espessura e 199g, o que o torna bem confortável de segurar, mesmo com todo o tamanho. A Samsung colocou nele o Android 4.2 Jelly Bean com a sua interface TouchWiz e alguns recursos que aparecem em outros dos seus Galaxy, como o modo multi-janela e os novos Air View, S Translator e Group Play.

galaxy-mega-note 3

No entanto, alguns dos recursos não funcionaram – como o Air View, o efeito de deixar o dedo suspenso na tela sem tocá-la, para ver mais informações sobre as coisas que aparecem. Ao abrir a câmera em três Mega diferentes, todos travavam. Provavelmente o software ainda não estava finalizado – por isso é difícil julgar seu desempenho apenas pelo hands-on. Ele tem processador dual-core de 1,7 GHz e 1,5GB de RAM.

E novamente: ele é muito grande. É impossível usá-lo com apenas uma mão – nesse ponto ele parece muito mais um tablet pequeno do que um smartphone grande. Parece que a Samsung voltou atrás no que tentava fazer ano passado, de tornar smartphones gigantes – como o Galaxy Note II – mais fáceis de usar e segurar, mais humanos.

Já para usá-lo como telefone, é melhor usar fone de ouvido Bluetooth para não passar vergonha: o Galaxy Mega é do tamanho da minha cabeça. Sem brincadeira:

galaxy-mega-note 4

Ele será lançado no Brasil no começo de junho, ainda sem preço definido.

Galaxy Note 8

O mais novo aparelho da família de phablets/tablets Note é o Note 8, com tela de 8 polegadas e a caneta S Pen. E ele é bem interessante.

Já falamos bastante sobre ele aqui, mas não é demais lembrar de algumas coisas. O Note 8 tem resolução 1280×800 com proporção 16:10 e 189ppi. Dá para notar que as fontes e ícones são suavizados demais para compensar a densidade de pixels mais baixa, mas a tela é agradável de ver e usar.

galaxy-mega-note 7

O tablet também é rápido, com processador quad-core de 1,6 GHz e 2 GB de RAM – não notei nenhum engasgo ao usá-lo. Parece que os problemas de desempenho que vimos em fevereiro, na MWC, foram corrigidos aqui.

O Brasil receberá dois modelos do Note 8.0: o 3G, que faz ligações, e o Wi-Fi. No entanto, apenas o modelo Wi-Fi estava disponível no evento, então não pudemos testá-lo como telefone. Se o Mega já parece bastante estranho de usar pendurado na cabeça, imagino que o Note 8 deve ser ainda pior: a versão 3G tem dimensões 21,1 x 13,6 x 0,79 cm. Além disso, ela pesa 338 g, e o tablet é bem denso na mão – não parece nem confortável segurá-lo como telefone.

galaxy-mega-note 5

A caneta S-Pen foi melhorada em relação à primeira versão. Não apenas por ser mais confortável, mas também por ter mais precisão. Deixe-a suspensa sem encostar na tela que um pequeno ponto mostrando a posição dela aparece.

O seu design é idêntico ao Galaxy S3 e a vários outros Galaxy lançados pela Samsung nos últimos meses. Mas os botões capacitivos são uma mistura de amor e ódio: eles ficam bem próximos ao botão físico home – bem próximos mesmo, praticamente como se a parte de baixo do tablet fosse tirada do Galaxy S3. Por isso, é mais difícil usá-los com o dedo, e alcançar aquela área para apertar o “Voltar” quando for preciso. Mas a nova S-Pen funciona nesses botões, então quando você estiver com ela em mãos, será bem fácil realizar essas ações.

Inicialmente prometido para o início de abril, o Galaxy Note 8.0 deve chegar ao Brasil nas próximas semanas por R$1.599 (3G) e R$1.299 (Wi-Fi).

Colaborou: Felipe Ventura.