Um homem nos EUA foi operado esta semana para substituir 75% do seu crânio por uma réplica feita em impressora 3D. É a primeira vez que algo assim é feito.

Primeiro, o crânio dele foi escaneado para criar uma réplica digital. Depois, foi impressa a versão em polietercetonacetona (ou PEKK). O implante possui uma textura especial, além de furos, para estimular o crescimento das células e do osso.

A empresa Oxford Performance Materials, que está por trás disso tudo, diz levar duas semanas para produzir um implante como este, após receber o escaneamento 3D do osso afetado.

Em fevereiro, eles receberam autorização do governo americano para fornecer ossos feitos em impressora 3D. A empresa acredita que estes implantes poderiam ser usados para reparar outras áreas danificadas do corpo, como braços e pernas.

Será este o início de uma nova tendência – substituir ossos no corpo? Em breve estaremos atualizando nossos esqueletos ao estilo Wolverine? Talvez sim, talvez não. Mas agora você já sabe: se você quebrar a cabeça, basta imprimir um implante. [News.com.au]

Imagem por Oxford Performance Materials