Os cientistas já estão trabalhando duro para descobrir como surgiu o misterioso buraco na Sibéria. Enquanto isso, o Siberian Times foi ao local – que eles chamam de “a cratera no fim do mundo” – e capturou imagens que revelam mais detalhadamente como é a parte interna.

>>> Como o gigante buraco na Sibéria, Rússia, pode ter se formado

Andrey Plekhanov, pesquisador sênior do Centro Estadual Científico de Pesquisa do Ártico, disse ao Siberian Times:

A cratera tem uma forma mais oval que circular, tornando mais difícil calcular seu diâmetro exato. A partir de agora, nossas estimativas são de aproximadamente 30 m. Se tentamos medir o diâmetro juntamente com a emissão do solo… então o diâmetro é superior a 60 m. A cratera tem entre 50 e 70 m de profundidade.

A cratera tem um lago gelado na sua parte inferior: a água cai de suas paredes de pergelissolo em erosão. Esse tipo de solo é encontrado no Ártico, e composto por terra, gelo e rochas congeladas.

Confira mais fotos do misterioso buraco aqui: [Siberian Times]

buraco na siberia (1) buraco na siberia (2) buraco na siberia (4) buraco na siberia (5)

Atualizado em 21/07