A VirZoom, uma empresa focada em exercícios físicos e realidade virtual, quer te tirar do sofá e colocar em dispositivo para queimar caloria real, mas usando realidade virtual. A startup baseada em Massachussetts está vendendo uma nova série de bicicletas ergométricas que sincronizam com headsets VR para colocar os jogadores em cenários enquanto eles pedalam. Se exercitar é importante, mas olha só que esquisito — desnecessário dizer que isso lembra certo episódio de uma série britânica disponível em uma plataforma de streaming de vídeo.

Esteira inteligente de US$ 4 mil quer ser seu personal trainer à distância

Essas bicicletas ergométricas são uma alternativa para bicicletas inteligentes como a Peloton. No entanto, a realidade virtual é o mais novo truque usado para tentar distrair as pessoas da tediosa tarefa de se exercitar. A startup vai começar a vender suas próprias bicicletas em março por US$ 400, além de sensores que permitem que permitem conectar um headset em sua bicicleta.

Enquanto você se exercita com as bicicletas VirZoom, há dois cenários acontecendo simultaneamente. Em seu passeio virtual, você poderá caminhar ao lado de um cavalo alado mítico sob um céu brilhante e olhando para uma montanha. Enquanto isso, você vai pedalando enquanto o suor vai escorrendo pelo headset e os fones de ouvido. Alguns dos games parecem bem legais — você poderá laçar animais enquanto simula que está sobre um cavalo ou atacar helicóptero. Tudo isso montado em uma bicicleta.

De acordo com o site da VirZOOM, os games são compatíveis com a maioria dos headsets como Samsung Gear, Vive, Oculus e PSVR, mas isso também é um problema. As companhias têm tido dificuldade em achar usos para realidade virtual fora dos games, então um dispositivo de “exercício usando realidade virtual” pode abrir novas possibilidades para essa tecnologia. Tudo parece bem bobo, mas a iniciativa tem chamado a atenção de investidores: a VirZoom acabou de anunciar que recebeu um aporte de US$ 5,5 milhões.

[TechCrunch]