As empresas chinesas já invadiram o Brasil com seus aparelhos de baixo custo – inclusive gigantes como ZTE e Huawei – mas a Índia estava de fora. Não mais: a Micromax, maior fabricante indiana de celulares, chegou ao Brasil com aparelhos de dois chips e bateria com duração, segundo a empresa, de até 12 dias. A garota-propaganda da marca é a Sabrina Sato – e eu achando que seria a Juliana Paes

A Micromax tem smartphones Android – inclusive um praticamente igual ao Nexus One – que podem chegar ao Brasil até o fim do ano. A estratégia principal, no entanto, será apostar em aparelhos baratos e com dois chips, custando de de R$119 a R$449. O modelo mais luxuoso será o Bling (ao lado), voltado para mulheres, um QWERTY dual-chip com detalhes de pedra zircônia Swarovsky.

Os três primeiros aparelhos da Micromax devem ser lançados este mês; outros quatro modelos devem chegar em outubro. A empresa deve apenas importar aparelhos da Índia, pelo menos inicialmente. Os primeiros celulares chegam ao Nordeste em agosto, e no restante do País em outubro. [Info e Terra]

Foto por Reinaldo Marques/Terra