Charlie tem dez anos de idade e ama paleontologia. De acordo com sua mãe, ele tem síndrome de Asperger, portanto, quando gosta de alguma coisa, “tenta descobrir tudo sobre aquilo”. Recentemente, ele visitou o Museu de História Natural de Londres e deu uma aula para os curadores em questão de conhecimentos sobre dinossauros.

• Este recém-descoberto dinossauro se parece com um casuar
• Como o impacto de um asteroide gigante ajudou os sapos a dominarem a Terra

Charlie estava visitando o museu na capital inglesa com sua família para ver o evento especial “Dino Snores“, no início deste mês. Essa é uma daquelas pernoitadas que os museus oferecem hoje em dia. Isso deu a Charlie a oportunidade de devorar cada descrição nas paredes e, quando estava estudando uma placa que descrevia os Oviráptors, ele notou que a equipe do museu havia cometido um erro.

Uma silhueta na etiqueta mostrava o que deveria ser uma comparação lado a lado de um humano e de um Ovirátors, mas na verdade retratava um Protocerátops. Charlie contou a sua mãe, Jade, mas ela foi cética inicialmente. “Quando ele nos disse, respondemos: ‘Ok, sabemos que você é bom, mas esse é o Museu de História Natural”, ela contou à BBC.

lkkxnqlylhppaoxzp9fq

Imagem: Captura de tela/BBC

Ainda assim, a família avisou ao museu o possível erro. Depois de checar com a equipe de exposições e o paleontólogo residente da Earth Sciences, os administradores tiveram que admitir o erro. Na terça-feira (25), o museu agradeceu formalmente a Charlie por sua contribuição com a educação científica. Para comparar, eis um perfil verdadeiro de um Oviráptor:

enl7oyjx50hbxbmgniyi

Imagem: Wikimedia/Conty

Talvez você esteja pensando: “Esses dinossauros são muito diferentes, eu mesmo poderia te dizer isso”. Talvez, mas você provavelmente não os conheceria pelo nome como Charlie. O museu explicou que a área foi “renovada várias vezes” e que “um erro foi cometido”. Bom trabalho, Charlie.

[BBC]

Imagem do topo: AP