Leia com boas doses de ceticismo, mas acompanhe o raciocínio: o Android and Me diz que uma fonte confiável confirmou que a Asus está preparando um tablet quad-core, de 7 polegadas e com a “experiência Google” que será vendido por US$199. Por que não?

A história é a seguinte: durante a CES, a Asus anunciou um tablet de 7 polegadas custando US$250 e com processador quad-core Tegra 3, da Nvidia. O Google supostamente ficou tão impressionado com isso que chegou na Asus e disse “ei, e se vocês fizerem um aparelho 50 dólares mais barato e colocarem nosso nome nele?”. E a Asus disse tipo “nossa, sem dúvida, velho, vamos nessa”. Ou algo assim.

Faz sentido em alguns níveis. Claramente a Asus é a fabricante mais próximo daquilo que o Google espera de preço e habilidades em um tablet, e o Android and Me especula que para diminuir o valor para US$199, eles só diminuíram o espaço interno embutido e adicionaram um leitor de cartões SD para os usuários terem a opção de expansão. O Kindle Fire, da Amazon, provavelmente já é o tablet com Android mais vendido até então, mas como ele usa uma versão do Android extremamente modificada, o Google não ganha nenhum centavo com as publicidades exibidas no aparelho. Eles querem mudar isso, e um tablet de US$200 com quad-core e o ecossistema completo do Google certamente seria uma tentação para muita gente.

Ao mesmo tempo, você pode questionar por que o Google compraria a Motorola Mobility se não fosse para fazer aparelhos da linha Nexus. Faz algum sentido, não? Eles compraram a fabricante do Milestone e do Xoom, que foram os aparelhos que debutaram o Android 2.0 e o Android 3.0, respectivamente. Mas, mesmo assim, o Xoom foi um grande fracasso, então pode fazer sentido essa aproximação com a Asus — série Transformer foi bem recebida. O rumor também especula que poderia existir uma versão de 10 polegadas com custo de US$300, mas até aí já gastamos toda nossa dose de ceticismo por hoje. [Android and Me via Unwired View]