A ótima linha NX de câmeras mirrorless da Samsung está recebendo as funções Wi-Fi que a empresa oferece em câmeras simples há anos. Compartilhar suas fotos entre dispositivos ou direto para o Facebook ficou mais fácil – só que isto comprime as imagens. Será que você precisa disso em uma câmera profissional?

A Samsung NX200, lançada ano passado, era bem excelente mas tinha alguns probleminhas no automático. A NX210 é quase a mesma, só ganhou o Wi-Fi: ela tem o mesmo sensor de 20,3 megapixels com tamanho de DSLR, e também filma em 1080p. Os modelos mais baratos NX10 e NX100, lançados em 2010, serão substituídos pelas câmeras NX20 e NX1000. Estas, além do Wi-Fi, ganham o mesmo sensor APS-C de 20,3 megapixels da NX210.

As funções Wi-Fi embutidas funcionam praticamente como nas câmeras point-and-shoot da Samsung. Isto permite a você se conectar diretamente a serviços online como Facebook, YouTube e SkyDrive para enviar fotos e vídeo. Usando o aplicativo MobileLink para Android e iOS, você pode ver as fotos em um tablet ou celular, e transferi-las para o dispositivo. O app Remote Viewfinder, como indica o nome, permite a você controlar a câmera remotamente. E se você usa Windows, o Wi-Fi também serve para backup das fotos.

Nos últimos anos, a Samsung tem sido líder em colocar Wi-Fi nas câmeras point-and-shoot, mas será que alguém quer isso em uma câmera mirrorless profissional? Quando você usa as funções Wi-Fi, você quase sempre tem que sacrificar a qualidade da imagem. Pra que gastar tanto em uma câmera de resolução alta, com sensor enorme e lentes intercambiáveis, se você só vai reduzir a imagem pra postar no “Face”?

A nova câmera NX210 custa US$900, enquanto a NX20 custa US$1.100 e a NX1000 ainda não tem preço divulgado. Prepare seus roteadores: a nova série NX estará disponível em maio. [Samsung]