Pornografia infantil na internet não é exatamente algo novo, mas uma organização internacional chamada Terre des Hommes adotou um novo método para flagrar os pervertidos que consomem esse tipo de conteúdo. Conheça a Sweetie, uma garota filipina virtual que ajudou a identificar mais de 1.000 pedófilos pelo mundo.

Em um esforço para aumentar a conscientização sobre “turismo sexual de crianças em webcam”, o TDH colocou uma menina de 10 anos de idade das Filipinas chamada Sweetie em salas de bate-papo onde homens solicitam performances ilegais em webcam. Este método para flagrar predadores já foi tentado anteriormente, e os pedófilos não sentem problema nenhum em demonstrar interesse em Sweetie. O método é eficaz porque, em algum momento, os homens querem ver como é a garota.

Então os pesquisadores criaram uma garota virtual que parece e se mexe como uma real, o que excita os pervertidos (entre as evidências coletadas está o vídeo dos pedófilos se acariciando na webcam). Conforme Sweetie fala com os homens, o TDH usa bits de informações assim como outros meios supostamente legais para rastrear os rapazes. A organização entregou um dossiê para a Interpol contendo informações sobre os primeiros 1.000 homens flagrados por Sweetie. E ela demorou apenas dois meses para isso.

original (10)

Na conversa acima, o pedófilo de 35 anos pergunta quanto Sweetie cobra para fazer uma apresentação nua na webcam para ele. Ela pede US$ 15, mas ele oferece US$ 10.

O Terre des Hommes está tentando mostrar que identificar esses pedófilos é bem fácil. E, como seis pessoas até hoje foram condenadas por causa desses crimes em webcam, parece claro que ninguém jamais tentou fazer isso com vontade. Para dar suporte aos esforços do TDH, assine esta petição online. [Terre des Hommes]