Havia poucas coisas que eu podia querer mais quando era criança que um par de garras retráteis do Wolverine. E agora que o tal brinquedo de fato existe, eu me sinto meio deprimido.

A Wolverine Electronic Battle Claw, US$ 20, é legal em alguns aspectos. As garras são retráteis. E aplicar um golpe produz um aqueles barulhinho bostaculares (knit?) que todo brinquedo de criança precisa fazer, afinal.

Mas garras de plástico não só são uma idéia estúpida como se pode imaginar – elas são cobertas por uma superfície arredondada, à prova de crianças, arruinando os delírios de uma identidade de super-herói ao mesmo tempo evitando que se use a garra até para tirar meleca do nariz.. Se bem que isso faz com que o brinquedo seja provavelmente mais agradável para "meu primeiro exame retal." Mas sério, a Hasbro poderia ter não só arruinado, mas dilascerado a minha infância se pintasse as garras de laranja fluorescente.