De acordo com uma nota oficial da Apple, a razão para os americanos não verem iPhones 4 brancos nas lojas a partir de amanhã é que eles “provaram ser mais desafiadores de se fabricar do que o esperado”, e só chegarão no meio de julho. E os leitores do Giz explicam a razão.

A nota da Apple, que pouco explicou, só dizia que existia uma dificuldade. Porém, dois comentaristas do Giz americano ajudaram a entender o motivo. Primeiro, um designer confirmou que o processo de fabricação do iPhone 4 branco é mais difícil do que a versão preta:

“O processo para fazer a parte de trás do vidro ficar preta é um processo de eletroformação. Isso cria um acabamento bem resistente e duradouro, além de suave. Para fazê-lo ficar branco, é preciso pintar a parte de trás do vidro com tinta branca. É difícil criar um efeito suavemente opaco com o branco. Além disso, se a pintura branca ficar muito grossa é difícil colá-la no vidro, porque a cola vai prender na tinta, mas a tinta não vai ficar no vidro.”

Porém, depois, um possível funcionário da Apple, que preferiu anonimato, parece ter explicado de vez o problema em outro comentário:

“Na verdade o iPhone branco não é pintado, ele é impresso. Eu não posso dizer quem eu sou por causa do acordo de não divulgação da Apple, mas: as especificações de cor para o branco no novo iPhone são simplesmente malucas. A tolerância que eles estão tentando atingir com o branco é o verdadeiro motivo para o atraso. Como a impressão não é tão controlável, ela não tem a tolerância que a Apple queria para sua especificação de cor. “