Antes, as lontras aprenderam a usar filmadoras. Agora, sapos cubanos estão emitindo luz como o E.T. nos abafados e úmidos pântanos do sul da Flórida. E sim, isto é um sapinho de verdade, vivo, não um dongle USB tosco qualquer.

Por sorte, o carinha não se cozinhou por dentro. Ele sobreviveu e estava simplesmente protestando pelo fato de que nos EUA uma boa parte da população continua com suas luzes de Natal acesas. Ainda. [National Geographic via Neatorama]