O Dia onde as Mulheres dizem que todo dia deveria ser dia das mulheres (leia de novo, faz sentido) trouxe a melhor novidade feminina dos intertubos dos últimos anos: o nascimento do Jezebel Brasil, ou simplesmente A Jezebel. A Jezé, como eu chamo, é a irmã cheia de atitude do Gizmodo, e é tudo menos um blog de mulherzinha. Vá lá dar uma olhada e espalhe a notícia para suas amigas, colegas, familiares e paixonites platônicas de Twitter — vai fazer você parecer mais descolado.

A Jezebel compõe a família de blogs da Gawker nos EUA, junto do Gizmodo, Jalopnik e Kotaku. A F451, nossa empresa-mãe, resolveu navegar nesses complicados mares com uma proposta bem diferente das publicações femininas de sempre, que misturam os mesmos temas: posições para “enlouquecer o parceiro”, dietas milagrosas, roupas caras e dietas caras para enlouquecer o parceiro. A Jezé não é dessas porque ela é, bem… Bastante difícil de definir. A Livia Deodato, editora-chefe, dá as boas-vindas assim:

O Jezebel Brasil não é, nem será, um blog feminista. Muito menos machista. Nenhuma bandeira será hasteada aqui. Mas não vamos ter medo de defender algumas posições, não. Ainda mais aquelas que têm a CARA da Jezebel (ou Jez, ou Jezebeia, ou Jézi, ou Jezebela, ou dezenas de outros apelidos fofos que você queira dar).

Resumindo: tudo pode aparecer ali, e elas não tem muito medo de defender coisas, xingar pessoas, declarar paixões ou denunciar a cafonice daquela personagem da novela das 7. E hey, isso não significa que nós homens estaremos fora da festa. Há posts muito, muito bons para todos os gêneros. Vá lá ler o post da querida e talentosa Gisela Blanco (que já escreveu por aqui no Giz) falar de como é compartilhar a luta contra o câncer em tempos de Twitter, Facebook e blogs. Ou o texto da Nayana Fernandes explicando Por que as mulheres secretamente preferem os nerds: “Não sei suas amigas, mas boa parte das minhas querem o Sheldon para elas – pena que na vida real ele é gay.” Tem ainda o engraçado relato da Anna Carolina Lementy sobre um “nail bar”, onde você toma uns drink e faz as unhas. Isso só no primeiro dia.

Pois é, a Jezé é bem inteligente e bonita. Passa lá e dê uma curtida no visual, é muderno. E dêem as boas-vindas para as moças. Sem cantadas fáceis, por favor. [Jezebel Brasil]