Entusiastas do Google Glass sonham com um futuro em que todas as pessoas do mundo usem os óculos inteligentes durante todos os momentos da vida. E, dependendo de um grupo de desenvolvedores, serão realmente todos os momentos – até na hora do sexo.

O grupo, liderado por Sherif Maktabi, está desenvolvendo o Sex with Glass com o objetivo de “tornar o ato sexual mais incrível com o Google Glass”. Isso é possível, ou será que estamos indo longe demais?

sexwithglass4

O conceito bizarro do Sex with Glass vai muito além do app e dos óculos inteligentes, e se aproveita também de casas conectadas. Com ele, você, com um único comando de voz, começa a tocar uma música mais apropriada para o momento, ou apaga as luzes. Você também pode pedir sugestões de posições, caso queira algo um pouco mais criativo para o momento.

Também é possível fazer streaming do seu ponto de vista para a outra pessoa – assim como assistir pelo seu Glass o que ela está vendo em tempo real. Ou, se estiver ligado ao seu smartphone, você pode se ver de ângulos diferentes. E não é só isso – toda a ação é gravada e mantida para você assistir e avaliar seu desempenho. Depois de cinco horas, o vídeo é apagado para sempre.

sexwithglass3

O Sex with Glass não tem nenhum vínculo com o Google, e pode enfrentar problemas com isso. Em junho passado, o Google proibiu o desenvolvimento de apps pornográficos após o caso do Tits & Glass. Apesar do novo app apenas reproduzir o que você (e seu parceiro, ou parceira, ou parceiros, tanto faz) vê, não é difícil ver que ele pode ser enquadrado como pornográfico.

sexwithglass2

O app ainda não está disponível, mas caso você tenha interesse na ideia, é possível se cadastrar para receber novidades sobre ele através do site oficial do Sex with Glass. [Sex with Glass via Guardian]