Esperar mais de horas para finalizar o download de algum jogo ou arquivo gigantesco é comum para a maioria dos consumidores. Quem estiver disposto a pagar uma bolada terá agora uma opção que baixará tudo em um piscar de olhos: a TIM vai liberar novos planos da TIM Live Fibra – a maior velocidade chega a 2 Gbps (gigabits por segundo) e custa R$ 1.560 mensais.

• SpaceX vai montar banda larga com 4.425 satélites no espaço para nós, terráqueos
• Brasil finalmente lança satélite para expandir banda larga a áreas remotas

Os planos fazem parte do serviço de FTTH (Fiber to the Home), que instala a fibra óptica na residência do cliente. Eles serão vendidos em combos com telefone fixo e serviços de streaming de vídeo a partir de 16 de abril. Há opções mais baratas: a menor velocidade deste modelo é de 100 Mbps e custará R$ 130 mensais.

Dependendo do plano, o consumidor tem acesso a mais serviços de streaming. Todos eles vêm com o EI Plus e Cartoon Network Já. Outro vêm também com Fox+ e Looke. Estas são as opções e preços:

O cliente paga ainda uma taxa de habilitação pela instalação de fibra óptica que é diluída em 12 parcelas de R$ 10 (100 Mbps) até R$ 50 (2 Gbps).

A vantagem do FTTH, além da velocidade, é a estabilidade da conexão. O serviço será oferecido em quase 20 bairros, e a lista inclui, entre outros, Tucuruvi, Vila Carrão, Interlagos, Socorro, Jardim Santa Cruz e Horto Florestal, em São Paulo, e Tijuca, São Cristóvão, Rio Comprido, Madureira e Grajaú, no Rio de Janeiro. O cliente pode consultar a cobertura inserindo o CEP no site do TIM Live.

O serviço com a tecnologia FTTC (Fiber to the Curb), que leva a internet até um gabinete mais próximo do cliente, ainda será comercializada em velocidades de 40 e 60 Mbps.

Imagem do topo: Anderson Silva/Flickr