Comemore, porque você está vivo: o asteroide 2009 TM8 acabou de passar a apenas 347.000 km da Terra, a 30.000 km/h. Isso é mais perto que a Lua. Mas não se preocupe, haverá muitas oportunidades para entrar em pânico, de acordo com o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da Nasa.

Se o astroide tiver uma densidade típica, ele criaria uma explosão de 4 quilotoneladas na atmosfera terrestre – se acertasse, o que obviamente não aconteceu. Você pode esperar que um objeto deste tamanho voe na distância orbital da Lua a cada poucos anos – e pode acertar o nosso planeta a cada sete.

Isso é o que Don Yeromans – gerente do Programa de Objetos Próximos da Terra no JPL em Pasadena, Califórnia – disse ao comentar sobre o 2009 TM8 e outros 7 milhões de objetos no espaço próximo à Terra que, "dos quais, nem é preciso dizer, conhecemos apenas uma fração."

Ótimo. Com apenas 9 metros, algo como o 2009 TM8 não é tão grande quanto o apocalítptico Aphosis, que poderá destruir tudo na Terra (em alta-definição!) em 2036. Mas quem se importa em pedras destruindo tudo se essa coisinha é grande o suficiente pra destruir um bairro inteiro de Nova York? [MSNBC]