O Vine chegou em janeiro, permitindo a você criar vídeos semelhantes a GIFs animados. Desde então, surgiu uma comunidade humorística que o ajudou a se diferenciar do vídeo no Instagram. E agora, ele está disponível em português do Brasil. Yes!

As versões para iOS e Android ganharam a interface em português; a versão para Windows Phone, lançada este mês, ainda não foi atualizada.

A maioria dos termos foi traduzida: agora temos “x pessoas curtiram isso”, “x publicações” (posts) e “revinado” (revined), por exemplo. No entanto, os nomes dos canais permanecem em inglês (como Comedy, Scary e wierd).

O Vine diz que, dependendo do país, vai recomendar vídeos diferentes aos usuários. No Brasil, já é possível ver no feed as “Escolhas do Editor”, com vines feitos por nossos conterrâneos. No entanto, ainda não há “marcadores em destaque” – espécie de trending topics – específicos para o Brasil. (Vale lembrar que esta rede social pertence ao Twitter.)

O app está melhorando aos poucos. Ele permite gravar “rascunhos” de vídeos, além de reordenar e apagar trechos. O app também engasga menos ao carregar vídeos, mas a experiência ainda não é ideal.

Curiosamente, no entanto, parece que os vídeos do Vine são muito populares fora do Vine. A rede social tinha 40 milhões de usuários em agosto; por sua vez, a página “Best Vines” no Facebook já reúne 18 milhões de seguidores.

Como dissemos antes, o Vine “conquistou um nicho de usuários que estão aí pra avacalhar mesmo”. Com a interface em português, os brasileiros vão avacalhar junto? E você? [Vine Blog via TechCrunch]