O que é progresso tecnológico? É criar coisas que ninguém viu antes, que movem a humanidade para frente. Por exemplo, construir uma máquina mais pesada que o ar e que voa. Infelizmente, algumas vezes essas missões terminam em desastre.

Vamos honrar esses gênios esquecidos lembrando-nos deles e de suas invenções fatais.

 

O engenheiro Henry Smolinski queria uma carro que pudesse voar, o sonho de todos. Ele o chamava de AVE Mizar. Infelizmente, a invenção de Henry o matou quando bateu em 1973.

Fotos por Doug Duncan e Cookieboy’s Toys

 

Michael Robert Dacre também queria construir carros voadores – na verdade, uma linha inteira de táxis voadores. Ele morreu em acidente quando testava sua invenção em 16 de agosto de 2009.

Origem do GIF animado: orenikuwa

 

O pioneiro aviador romeno Aurel Vlaicu construiu o primeiro avião de metal do mundo, mas seu Vlaicu II em formato de flecha o matou enquanto ele tentava sobrevoar os Cárpatos.

Fotos por Wikimedia Commons e Early Aviators

 

Franz Reichelt foi um pioneiro bem-sucedido dos paraquedas, até testar seu modelo vestível na Torre Eiffel em 4 de fevereiro de 1912.

Origem do GIF animado: British Pathé

 

O engenheiro marinho confederado Horace Lawson Hunley tentou desenvolver submarinos movidos à força humana durante a guerra civil americana, até morrer testando sua invenção na Carolina do Sul em 15 de outubro de 1863.

Imagens por Naval History & Heritage Command

 

Valerian Ivanovich Abakovsky inventou o vagão-aéreo, um trem experimental de alta velocidade movido por um motor de avião. Ele morreu junto a alguns oficiais soviéticos a caminho de Moscou, quando o trem descarrilhou.

Imagens por Wikimedia Commons/lord_k/Infodon

 

Outro soviético, o marechal aéreo Mitrofan Nedelin, morreu enquanto testava sua arma de destruição em massa, o ICBM R-16. Os motores de segundo estágio se ligaram acidentalmente no campo de testes de Baikonur, matando diversas pessoas que estavam na base de lançamento. Nedelin era o chefe do programa.

Origem do GIF animado: Roscosmos

 

Max Valier foi um cientista de foguetes alemão e criador do carro-foguete. Ele morreu antes de poder completar sua invenção, quando um de seus motores de foguete explodiu em sua mesa do laboratório.

Imagens por Library Of Congress/Library Of Congress

 

Otto Lilienthal foi a primeira pessoa a repetir e ter sucesso em planadores, até que sua sorte acabou em 9 de agosto de 1896.

Fotos por AP e Rischgitz/Getty Images

 

Donald M. Campbell marcou recordes de velocidade tanto na terra quanto na água em 1964. Em 1967 ele tentou novamente bater o recorde de velocidade na água a bordo de seu Bluebird K7. A 515 km/h, o Bluebird saiu de controle, matando Donald instantaneamente.

Origem do GIF animado: British Pathé

 

Outro demônio da velocidade, o engenheiro galês John Godfrey Parry-Thomas, morreu em 1927 tentando quebrar um recorde de velocidade em terra no seu carro, o Babs, mais conhecido como Chitty Bang Bang 4. A corrente da transmissão quebrou a mais de 270 km/h e acertou a cabeça dele.

Imagem por star1950/Flickr

 

Harry Daghlian – interpretado por John Cusack no filme “O início do fim”, de 1989 – foi um físico em Los Alamos, trabalhando no Projeto Manhattan. Ele morreu quando uma bola de plutônio de 6,3 quilos – chamada de Demon Core – explodiu com nêutrons radioativos.

Origem do GIF animado: filme O Início do Fim (1989, Paramount Pictures)

Nos esquecemos de alguém? Comente com suas sugestões em texto, imagem, gif ou vídeo.

Imagens selecionadas por Attila Nagy