Nos primórdios da aviação tripulada, as pessoas em geral não tinham muita noção do que estavam fazendo. Se duas asas faziam uma engenhoca voar, mais asas fariam-na voar ainda mais alto, certo? Nossos amigos da Oobject compilaram uma lista com 15 dos designs de asas mais excessivos, redundantes e grandiosos da história.

1896: Máquina de planar de múltiplas asas Chanute-Avery, Katydid

Máquina de planar de múltiplas asas Chanute-Avery, Katydid

 

1904: Multiplanador Horatio Phillips

Avião 2.

1907: Máquina voadora Horatio Phillips

Avião 3.

1908: Multiplanador Roshon

Multiplanador Roshon.

1908: Multiplanador Marquis d’Equevilly

Multiplanador Marquis d'Equevilly

1909: Tiltrotor Dufaux

Um século antes do Osprey se tornar realidade, aeronautas franceses já brincavam com a ideia de um design de motor basculante.

Tiltrotor Dufaux.

1910: Multiplanador Smith

Multiplanador Smith.

1910: Multiplanador Jacobs

Multiplanador Jacobs.

1910: Multiplanador Zerbe

No Encontro Aéreo Dominguez, na California, em 1910, “o Professor J. A. Zerbe trouxe esse curioso multiplanador e tentou fazê-lo decolar. Quando ele avançada pelo campo sob aplausos da multidão, uma roda da frente passou p0r um buraco e foi destruída, jogando a máquina para um lado e danificando uma asa…” e no fim teve que ser removido do campo por um balão de ar quente. [Arkansas Encyclopedia]

Multiplanador Zerbe.

1911: Multiplanador Gibson

Multiplanador Gibson.

1914: Multiplanador Howard Huntington

Essa monstruosidade cheia de asas foi construída no Queens, Nova Iorque, entre 1912 e 1913. Seu design foi posteriormente adaptado para um com apenas uma asa, conhecido como Molusco Huntington.

Multiplanador Howard Huntington.

1919: Zerbe Air Sedan

Zerbe Air Sedan.

1920: Multiplanador Johns

Multiplanador Johns.

1921: Hidroavião Caproni Ca.60

Este protótipo de nove asas e capacidade para 100 passageiros deveria inaugurar uma nova era nos voos transatlânticos. Durante o seu voo inaugural, o avião subiu cerca de 18 metros por cima do Lago Maggiore, na Itálica, antes de cair na água e quebrar.

Hidroavião Caproni Ca.60.

1923: Cicloavião Gerhardt com tração humana

O primeiro avião movido a tração humana. E, felizmente, o último.

Cicloavião Gerhardt com tração humana.