O Windows 10 tem já há um tempo a possibilidade de configurar o modo escuro, e a Apple adicionou o recurso na atualização Mojave do macOS no ano passado. Mas, estranhamente, nem o iOS nem o Android puro contam com uma opção verdadeira de sistema que os deixem em modo escuro.

No entanto, baseado em vazamentos recentes sobre software, isso deve mudar completamente em 2019 para usuários do iOS e do Android. No início do mês, o Android Police notou um comentário feito pelo funcionário do Google Lukasz Zbylut no rastreador de erros do Chromium de que o modo escuro é uma funcionalidade já aprovada para o Android Q.

Reforçando este rumor, o XDA Developers conseguiu dar uma olhada numa prévia do Android Q mostrando um modo super escuro em ação, e embora o desenvolvimento esteja no estágio inicial, os tons mais escuros em vários menus do Android já parecem um alívio para olhos cansados.

Se você reparar, vários aplicativos do Google ganharam temas escuros no ano passado, como o YouTube, o app de telefone, contatos, Google Notícias e até o inicializador do Pixel. Então, todas as dicas apontam que a companhia deve dar um grande passo em direção a um modo escuro mais abrangente.

Enquanto isso, na iOS, embora você consiga alguns efeitos de um modo escuro usando a opção “Inversão de cores inteligentes”, não é a mesma coisa que um verdadeiro modo escuro. No entanto, de acordo com uma nova reportagem da Bloomberg, que cita câmeras 3D à laser na traseira do iPhone e rumores sobre a adoção da porta USB-C em iPhones, a Bloomberg diz que o iOS 13 contará com uma nova opção de modo escuro para “melhorar a visualização do smartphone à noite”.

Se tudo isso se confirmar, 2019 pode ser um bom ano para quem quer se livrar de menus e telas muito claras em seus smartphones. Afinal, olhar para uma tela branca não é igual a olhar para uma folha em branco, e já está na hora de nossos gadgets terem menus e interfaces de usuários que façam sentido em um mundo digital.

[Bloomberg]