O navegador Vivaldi passou quase um ano nos estágios alfa e beta, mas chegou recentemente à versão 1.0. Criado por Jon von Tetzchner, ex-chefe da Opera, ele é voltado para usuários experientes e está repleto de recursos. O navegador está disponível para Windows, Mac e Linux. Eis cinco motivos para preferirmos o Vivaldi a outros navegadores como Chrome e Firefox.

>>> Vivaldi chega à versão 1.0 com recursos avançados que o Opera perdeu

1) Empilhamento de abas

vivaldi final 1

Todos já passamos por isso: aquele momento em que você percebe que abriu abas demais no seu navegador e não consegue encontrar o site que você gostaria. O Vivaldi tem um ótimo recurso chamado Empilhamento de Guias que tenta impedir que isso aconteça. Isto permite criar “pastas” de abas (como as pastas de apps na tela inicial do seu smartphone). Arraste uma por cima da outra e pronto.

Você pode querer agrupar abas do mesmo site, por exemplo, ou abas que estejam ligadas a um certo assunto. É possível manter todas as abas de redes sociais em uma mesma pasta, e todas as relacionadas a trabalho em outra. Para remover uma aba em particular, ou para soltar todas as abas de uma vez, clique com o botão direito.

2) Comandos rápidos

vivaldi final 6

Outro recurso bacana no Vivaldi são os Comandos Rápidos: pressione F2, comece a digitar e você pode rapidamente buscar sites na web, no seu histórico recente, ou nos seus favoritos; além de encontrar configurações, atalhos de teclado e itens de menu. É como uma versão turbinada da omnibox do Chrome.

3) Navegação lado a lado

vivaldi final 3

O Vivaldi também oferece uma forma de ver sites lado a lado na mesma janela do navegador. Selecione múltiplas abas segurando Ctrl ou Cmd, clique em “Exibição lado a lado” no canto inferior direito, e escolha o layout: as páginas podem ser posicionadas horizontalmente, verticalmente ou em grupos. Isso funciona com abas empilhadas, também. Clique novamente em “Exibição lado a lado” para voltar ao modo normal.

4) Anotações

vivaldi final 8

A ferramenta de anotações do Vivaldi pode ser incrível quando você precisa escrever algumas ideias. A ferramenta é integrada à barra lateral do navegador. Para começar a anotar, clique no ícone Notas, e aí é só digitar.

As anotações podem ser organizadas em pastas, e você pode adicionar capturas de tela e anexos usando os ícones na parte inferior. Também é possível selecionar texto na página, clicar em “Salvar seleção como nova nota”, e ele guarda a URL junto à anotação.

5) Gestos com mouse

vivaldi final 7

Assim como o Opera e o Microsoft Edge, o Vivaldi tem suporte a atalhos por gestos de mouse, assim você consegue fechar uma aba deslizando o mouse, ou abrir outra com uma sacudida. Para quem nunca usou, isso talvez pareça besteira – mas assim que você se acostuma a navegar com gestos do mouse, é difícil voltar atrás.

Nas Configurações, selecione Mouse e você pode habilitar ou desabilitar os gestos com mouse, além de ver os gestos sendo demonstrados na tela. Por exemplo, para fechar uma aba, clique e segure o botão direito do mouse, e então o deslize para baixo e para direita.

Vale mencionar que o Vivaldi também tem suporte a atalhos de teclado personalizados, se você preferir criar os seus próprios – basta ir em Configurações > Teclado.


Há muito mais a ser explorado no Vivaldi, incluindo abas visuais (passe o mouse por cima da aba para ver uma prévia); um botão Voltar que retorna ao primeiro site do histórico da aba; suporte para extensões do Chrome; e diversos recursos de personalização – entramos em detalhes aqui. Ainda há muita coisa a ser adicionada nele também, mas o começo é promissor – e vale a pena conferir.