Encher os céus com balões de internet pode não ser bem interpretado por algumas pessoas – e, na Nova Zelândia, um dos balões do Projeto Loon do Google foi confundido com um acidente de avião, fazendo com que serviços de emergência fossem acionados.

De acordo com o The Wall Street Journal, os serviços de emergência da Nova Zelândia foram acionados hoje – incluindo um helicóptero de resgate – após observadores acharem que um avião havia caído. As equipes chegaram à costa leste da ilha sul da Nova Zelândia e encontraram um dos balões do Google boiando na água.



>>> Os primeiros passos do Projeto Loon no Brasil, que leva internet via balões do Google

O Google confirmou que de fato um dos seus balões caiu no mar na costa da Nova Zelândia, explicando que “é difícil manter os balões em um lugar por causa dos ventos predominantes.” O Google tem equipes preparadas para recuperar balões que caem, então é bem constrangedor que serviços de emergência tenham sido acionados por causa de uma queda.

Não é a primeira vez que a queda de um balão do Loon causa problemas: no começo do ano, um caiu em um campo em Yakima, no estado de Washington, nos EUA, fazendo com que a eletricidade fosse cortada para residentes da área. Ambos os incidentes são lembretes de que encher nossos céus com balões, drones, quadricópteros e sabe-se lá mais ou que pode causar alguns problemas também. [WSJ via Verge]