Atualizado às 13h27 de 27/12 com esclarecimentos sobre a forma de buscar vídeos 4K no Prime Video

Você tem em suas mãos uma nova TV 4K, ou um novo monitor 4K, ou mesmo um smartphone com uma tela 4K… e aí você se pergunta: onde estão os filmes e séries em 4K? É triste, mas às vezes pode parecer impossível de achar bons conteúdos para sua nova tela. De fabricantes de TV, passando por fabricantes de set top boxes, a serviços de streaming, ninguém facilita a tarefa de achar tais conteúdos. Mas, não se preocupe, pois reunimos algumas dicas para lhe ajudar.

Você provavelmente está usando o cabo HDMI errado
Por que você está assistindo televisão do jeito errado e como arrumar isso

Primeiro, algumas ressalvas. Você vai precisar que tanto sua tela como sua fonte de imagem seja compatível com 4K. A maioria das TVs hoje em dia, assim como monitores de computador e smartphones, são 4K. As fontes — o set top box ou app que você vai usar para rodar este conteúdo — podem ser difíceis de descobrir. A maioria dos apps de SmartTVs 4K deve ter suporte a 4K, mas cheque com a fabricante e a desenvolvedora do app para se assegurar.

Para set top boxes, é bom checar com a fabricante também. Você pode transmitir filmes e séries em 4K em equipamentos como o da Apple, Microsoft e Sony, mas desenvolvedores de apps — Netflix e Amazon Prime, por exemplo — podem não necessariamente oferecer suporte ao seu set top box. Então, sempre cheque antes. É chato, mas é a situação em que estamos até estas empresas resolverem facilitar o processo.

Importante ressaltar que se a transmissão for pela internet, os serviços de streaming recomendam banda larga na casa das dezenas de Mbps (megabits por segundo). A Netflix fala em 25 Mbps, enquanto o Amazon Prime Video fala em pelo menos 15 Mbps.

No que diz respeito aos apps, mesmo se a fonte e seu display suportarem 4K, pode ser que o aplicativo não suporte 4K para o conteúdo que você queira ver. Com exceção de um ou dois serviços, na verdade é um desafio encontrar conteúdo nestas plataformas que estão preparadas para 4K. Há muito conteúdo 4K —mas não é só buscar por 4K e todo o conteúdo vai aparecer. Em vez disso, você precisa buscar por coisas em específico que você queira ver e checar se é compatível com 4K. A exceção são filmes e programas de TV desenvolvidos por uma plataforma em específico (pense, por exemplo, em conteúdos exclusivos da Netflix ou Amazon Prime). Esses conteúdos estão sempre disponíveis em 4K, e eles geralmente oferecem suporte à HDR.

E se você quiser que o conteúdo pareça ainda mais bonito, se assegure que você não está só usando um display, uma fonte de imagem e um app que suportem 4K, mas também que tenha suporte à HDR (High Dynamic Range), que é uma tecnologia que melhora as cores, contrastes e facilita a visualização de detalhes nas áreas escuras ou claras da tela.

O que diabos é o HDR?

Os serviços abaixo tipicamente suportam dois tipos de HDR. HDR10, que qualquer display que suporta HDR oferecerá suporte, e Dolby Vision, uma versão chique do HDR com objetivo de se adaptar melhor a displays específicos usando metadados. Pense assim: o HDR10 é o HDR, de fato, enquanto o Dolby Vision é uma melhoria menor, e que é boa se seu equipamento suportar, mas não é uma grande perda se não for compatível. Agora tudo faz um pouco mais de sentido? Se sim, veja como achar conteúdos 4K em seus serviços favoritos.

Netflix

Como você pode imaginar, a Netflix é um dos pioneiros quando se fala em conteúdos 4K e HDR. Nem todos os conteúdos Netflix são em 4K, mas vários deles são, especialmente os feitos pela própria empresa: busque por UltraHD (um outro nome para 4K) para achar os vídeos, séries e shows.

Você precisa ter um plano Premium para poder ver estes filmes e séries na melhor resolução oferecida. No Brasil, a mensalidade dele custa R$ 37,90 por mês, e você também tem a opção de poder ver Netflix em até quatro dispositivos simultaneamente.

A Netflix também oferece suporte a HDR — dois tipos de HDR, de fato, com conteúdos compatíveis com HDR10 e Dolby Vision. Você verá uma pequena sinalização HDR ou VISION junto com os títulos quando você buscar séries e filmes que suportam HDR, — mais uma vez, isso só vai estar disponível se você for um assinante Premium. Existem testes de um plano Ultra, mas ainda não foi oficialmente lançado.

Amazon Prime Video

O Prime Video, da Amazon, está tentando acompanhar a Netflix com alguns conteúdos em 4K e HDR. Se você paga R$ 14,90 por mês (os primeiros seis meses são R$ 7,90), você já faz parte do clube: como a Netflix, nem todos os títulos são 4K ou HDR, mas tem crescido o número de opções, incluindo as opções feitas pela própria Amazon.

Para buscar títulos 4K, basta fazer uma busca no app por UltraHD — como a Netflix, a Amazon usa “UltraHD” ou “UHD” para 4K.

Alguns dispositivos vão separar títulos 4K em uma categoria , mas não é visível em todas as plataformas com o app do Prime Video. Este destaque ocorre, por exemplo, em TVs compatíveis, onde deve aparecer na tela inicial a opção “UltraHD”. De acordo com a Amazon, suportam a tecnologia: TVs Samsung Ultra HD (modelos 2015 ou mais recenes), TVs Sony Ultrar HD (modelos 2015 ou mais recentes) e TVs LG Ultra HD (modelos 2015 ou mais recentes).

No que diz respeito à HDR, os dois padrões principais, HDR10 e Double Vision, são suportados, e como as indicações de vídeo 4K, é possível localizá-los nos detalhes dos títulos da série ou do filme. Se você não vir esse tipo de informação, seu dispositivo não oferece suporte a 4K HDR (tente buscar, por exemplo, The Man in The High Castle, que foi filmado em 4K para tirar a prova).

YouTube/Google Play Filmes

4K e HDR está disponível tanto no YouTube como no Google Play Filmes (estes serviços são separados, mas às vezes eles têm coisas em comum — suas compras de filmes são visíveis no YouTube, por exemplo). De fato, as resoluções do YouTube podem ser acima de 4K, embora pouca gente tenha hardware que suporte tais resoluções.

Há uma boa quantidade de conteúdo em 4K (ou UHD) e HDR (HDR10) no Google Play Filmes. Para títulos em HDR, ele deve estar em 4K, mas nem todos vídeos 4K são automaticamente compatíveis com HDR. Você também precisa de um dispositivo compatível para poder ver conteúdos 4K e HDR, e, no momento, a lista de conteúdos é curta (mas ainda está aumentando).

A boa notícia é que o Google está fazendo upgrade de conteúdo HD para 4K, com vários estúdios de produção disponibilizando tais conteúdos, então você pode pular direto para filmes 4K ao clicar aqui. No que diz respeito a conteúdos do YouTube, clique no botão de filtro após fazer uma pesquisa para poder achar opções 4K e HDR.

iTunes Store

Uma crescente quantidade de conteúdo 4K está disponível no iTunes, com a Apple lentamente atualizando os materiais disponibilizados. De fato, desde 2017 tem material 4K na loja, então a Apple foi líder neste segmento por um tempo. A companhia até faz upgrade de suas compras antigas gratuitamente para versões de qualidade superior, quando estiver disponível.

HDR também é suportado, tanto nas variações HDR10 como Dolby Vision. Se você navegar pela loja, você reparará que tem adesivos 4K, HDR e Dolby Vision em alguns títulos. Estas atualizações ainda não chegaram a séries de TV – por ora, compreendem apenas filmes.

Tem ainda um link para filmes 4K no lado direito da seção Filmes na iTunes Store que você pode usar como um atalho. A Apple diz que independente do filme que você comprar em um desses formatos atualizados, a versão correta para seu dispositivo será escolhida.

Blu-ray 4K

Se você preferir conteúdo 4K em um formato físico e quer a melhor versão possível do conteúdo, dê uma olhada na crescente lista de players Blu-ray 4K do mercado. Se você tiver um player Blu-ray 4K (Xbox One S e Xbox One X são dois dispositivos que entram nessa definição), e uma TV 4K, você pode assistir a filmes com a melhor resolução possível.

Você só precisa fazer uma busca por 4K Blu-ray ou “UHD Blu-ray” em sua varejista online — nos EUA, séries como Westworld, além de filmes como Venom e Jurassic Park, já têm versões em 4K. Só se assegure de que está comprando um disco Blu-ray 4K, e não um disco convencional.

O suporte HDR está presente na especificação de Blu-ray Ultra HD, então o HDR também estará disponível nessas mídias (geralmente HDR10, mas pode ser Dolby Vision também). Os preços continuam altos e a tecnologia ainda está em seus primeiros dias, mas você tem a vantagem de poder ver filmes e séries em sua TV e aproveitar a melhor qualidade possível — melhor que a oferecer por serviços como Netflix ou iTunes.