Nesta terça-feira (5), a Amazon anunciou que vai lançar 83 foguetes ao longo dos próximos cinco anos para montar sua rede de banda larga via satélite.

Os lançamentos fazem parte do projeto Kuiper — e são uma tentativa empresa de Jeff Bezos de concorrer diretamente com a Starlink, do bilionário sul-africano Elon Musk. No início de 2022, a Starlink tinha mais de 2.000 satélites em órbita.

Assim como a Starlink, o principal objetivo do projeto é fornecer internet banda larga para milhões de pessoas em regiões remotas em todo o mundo.

A Amazon fechou acordos com a Arianespace, da Europa, a Blue Origin, fundada por Jeff Bezos, e a United Launch Alliance, uma joint venture da Lockheed Martin e Boeing.

O projeto Kuiper pretende manter mais de três mil satélites na órbita terrestre baixa para transmitir internet de banda larga.

“Os contratos preveem até 83 lançamentos de foguetes em um período de cinco anos, permitindo que a Amazon implante a maioria de sua constelação de 3.236 satélites”, disse a empresa em um comunicado.

Segundo a companhia, o acordo é a “maior encomenda da história”. O custo total e o cronograma de lançamento do Projeto Kuiper da Amazon não foram divulgados.

“Ainda temos muito trabalho, mas a equipe continua alcançando metas após metas em todos os aspectos do nosso sistema de satélites”, disse Dave Limp, vice-presidente da Amazon.

Assine a newsletter do Gizmodo

Vale relembrar que, recentemente, Elon Musk enviou alguns satélites da Starlink para a órbita da Terra. Mas nem tudo saiu como esperado graças a uma tempestade magnética, que destruiu cerca de 40 equipamentos espaciais.