A AMD mostrou na feira CES suas novidades para este ano: novos chips que reúnem CPU e processamento gráfico; e sua linha de placas de vídeo e chips gráficos da série Radeon HD 8000.

Os chips gráficos Radeon HD 8000M serão encontrados em laptops, e terão AMD App Acceleration para aceleração gráfica por hardware de apps do Windows 8, além de AMD Enduro para economia de energia em menor uso, e suporte a DirectX 11.1 e 3D.

A família de chips – 8800M, 8700M, 8600M e 8500M – já está sendo produzida para ASUS e Samsung, e outras fabricantes devem adotá-la em breve.

Para desktops, a AMD anunciou as placas de vídeo Radeon HD 8000, com suporte a DirectX 11.1 e PCI Express 3.0. Elas também oferecem App Acceleration, mas para economizar energia usam a tecnologia ZeroCore Power. Por enquanto, elas só estarão disponíveis para fabricantes, e devem chegar ao mercado americano no final de janeiro.

amd-apu2

Além disso, a AMD anunciou a sua nova linha de APUs: aqueles híbridos de CPU e chip gráfico, que reúnem as duas funções em um só pedaço de silício para economizar espaço e energia.

Os grandes destaques são o Temash e o Kabini, apontados pela AMD como “os primeiros sistemas-em-um-chip x86 quad-core da indústria”. O Temash é voltado para tablets e notebooks híbridos, enquanto o Kabini foi desenvolvido para ultrabooks. Eles devem chegar ao mercado ainda no primeiro semestre deste ano.

Outra APU apresentada é chamada Richland, que tem “desempenho visual melhorado entre 20% e 40% em relação à geração anterior e APUs A-Series da AMD”. O grande destaque destes chips é que eles acompanham um software de reconhecimento facial e de controle por gestos (vídeo abaixo). Por fim, a empresa também vai lançar ainda neste ano uma APU de 28nm chamada Kaveri – será uma atualização do Richland.

Os novos chips da AMD serão usados em diversos Sleekbooks da HP, e também em aparelhos da Vizio, fabricante americana de TVs que recentemente criou belos PCs com estilo sci-fi. Ultrabooks, desktops e tablets da Vizio serão lançados já usando as APUs da AMD.

Ainda há poucos detalhes sobre o desempenho desse novo hardware – tanto APUs como chips gráficos – mas saberemos ao certo quando eles chegarem ao mercado e pudermos ver os benchmarks. [AMD e AMD via Engadget]