O governo federal vai acelerar o leilão da faixa de 700 MHz para ajudar na expansão do 4G no país. O processo para iniciar a licitação só devia acontecer no segundo semestre deste ano, mas a Anatel decidiu adiantar o projeto, segundo a Folha, e divulgará a portaria ainda neste mês.

Ano passado, a Anatel fez o leilão da faixa de 2,5 GHz e arrecadou R$ 2,9 bilhões. As operadoras já estão trabalhando para oferecer as redes 4G para algumas cidades, mas elas querem também a faixa dos 700 MHz. O motivo é simples: essa frequência tem um alcance maior e exige menos antenas, o que barateia o custo da implantação da rede.

Mas ainda existe um problema. Os 700 MHz atualmente são usados por emissoras de TV UHF e a previsão é que esses canais só fossem alterados em 2016, e seria necessário mais três anos para a faixa ser liberada. A Anatel vai alegar que o crescimento da demanda pelo 4G justifica o adiantamento do processo e deve dar algum tipo de compensação para as emissoras que devem ser avisadas da decisão ainda hoje.

Ainda segundo a Folha, a portaria da Anatel já está pronta e vai ser publicada ainda neste mês pelo Ministério das Comunicações. Depois da publicação dela, o projeto entrará em consulta pública e, depois, o edital será preparado para a realização do leilão da faixa. [Folha]