O aplicativo de transporte Cabify anunciou nesta sexta-feira (23) que vai encerrar suas operações no Brasil. Por meio de um comunicado em suas redes sociais, a empresa confirmou que deixará o País no dia 14 de junho, quando o app não terá mais suporte para usuários brasileiros.

“Depois de tantos anos nos movendo, no próximo dia 14 de junho deixaremos de operar no Brasil. Obrigado por tudo, e mesmo que não os levamos mais de Cabify, os levaremos para sempre no coração. Nos vemos nos países onde ainda operamos o serviço”, diz a postagem da companhia no Twitter.

De acordo com o G1, alguns usuários também estão recebendo e-mails com o aviso sobre o fim das atividades da empresa por aqui. Contudo, não detalhou o que exatamente motivou a retirada do app de viagens do território nacional. Na mensagem, a companhia ainda diz que continuará “disponível em outras cidades da América Latina” nos seguintes países: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai.

Fundada na Espanha em 2011, a Cabify está presente em mais de 85 países. Chegou ao Brasil em maio de 2016 e até então funciona nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo. O serviço oferecido pela Cabify é considerado diferenciado porque os carros dos motoristas precisam ser os mais novos possíveis — o que acaba por encarecer o preço das corridas, que são mais caras do que em outras plataformas, como Uber e 99.

Assine a newsletter do Gizmodo

Em 2017, o grupo Maxi Mobility, dona do Cabify, comprou a plataforma brasileira Easy Taxi, que dois anos depois foi incorporada ao app espanhol.