A Apple retirou da App Store vários aplicativos que continham malware, depois de ter descoberto um golpe que fazia desenvolvedores usarem software de desenvolvimento infectado, sem querer transformando apps legítimos em ferramentas que coletavam e enviavam dados para hackers.

De acordo com a Reuters, hackers fizeram alguns desenvolvedores usarem uma versão maliciosa do Xcode, programa de desenvolvimento de apps e ferramentas da Apple. Essa versão, chamada de XcodeGhost, fazia apps e desenvolvedores aprovados enviarem informações do dispositivo (e algumas outras, como credenciais sigilosas) para os hackers.

A maioria dos apps afetados parecem ser voltados para clientes da China — o mais proeminente deles é o WeChat, concorrente do WhatsApp. A Apple não divulgou quantos aplicativos foram afetados, mas uma empresa chinesa de segurança afirma que são 344. E, sim, agora seria uma ótima hora para atualizar seus apps.

A Apple está trabalhando em conjunto com os desenvolvedores para garantir que eles estão usando a versão legítima do Xcode — ainda não está claro como os hackers convenceram os desenvolvedores a baixar a versão falsa do programa. Acredita-se que uma das razões possa ser a lentidão dos servidores da Apple na China, motivo pelo qual o XcodeGhostery seria divulgado como uma alternativa para download da versão original. [Reuters]

Foto por Dirk Vorderstraße/Flickr