A Apple se orgulhava nos últimos anos em ser “verde”, mas desistiu de seguir padrões ecologicamente corretos. De acordo com a EPEAT (Ferramenta de Avaliação Ambiental para Produtos Eletrônicos), que define o padrão para gadgets respeitarem o meio ambiente, a Apple retirou todos os seus 39 computadores, monitores e laptops da certificação verde do EPEAT.

O propósito do EPEAT é reduzir o impacto negativo de fabricar eletrônicos, obrigando empresas a seguir regras relacionadas ao meio ambiente, envolvendo duração do produto, materiais tóxicos usados, facilidade em reciclar etc. É algo bom. E é bem inesperado que a Apple não ligue mais para isso, porque todos os seus computadores recebem certificação ouro da EPEAT desde 2007.

Qual o motivo? Robert Frissbee, presidente da EPEAT, diz ao Wall Street Journal:

Eles disseram que a direção do design na empresa não era mais consistente com as exigências da EPEAT. Eles eram parceiros importantes, e estamos decepcionados que eles não querem mais seus produtos medidos por este padrão.

O iFixit acredita que a tal “direção de design” afastando a Apple do EPEAT está no novo MacBook Pro com tela Retina. Você viu que esse laptop é mais fechado que uma fortaleza, só que um dos critérios usados pela EPEAT é “facilidade de desmonte”, que interfere na reciclagem.

O MacBook Retina não tem certificação EPEAT, e se a Apple continuar usando este design no futuro, nenhum deles teria também. Então este é um corte antecipado por parte da Apple, um corte que valoriza o design em detrimento do meio ambiente. É uma pena. [EPEAT via iFixitWSJTreeHugger]