A Hyundai pode ter divulgado uma informação sem querer e que de certa confirma confirma rumores de um carro elétrico desenvolvido pela Apple. Na última quinta-feira (7), a montadora deu a entender que foi procurada pela gigante de tecnologia para discutir a possibilidade de trabalharem juntas na criação do tal veículo. A Hyundai, obviamente, já recuou na afirmação.

A notícia, inicialmente publicada pelo Korea Economic Daily (KED), citou um funcionário da Hyundai Motors que dizia que várias montadoras globais estavam em negociações iniciais com a Apple para uma possível parceria. Essa declaração em particular veio depois que a TV do KED publicou uma reportagem dizendo que a Apple abordou especificamente a Hyundai para não apenas produzir um carro elétrico, mas também baterias recarregáveis. A montadora indicou que estava estudando a proposta da empresa de Cupertino.

Verdade ou não, essa foi uma boa notícia para a Hyundai: as ações da montadora coreana e de suas afiliadas dispararam após a divulgação da notícia, subindo 19%, de acordo com a CNBC. Logo depois, a companhia publicou uma declaração revisada que excluiu qualquer menção à Apple.

“Temos recebido pedidos de cooperação potencial de diversas empresas em relação ao desenvolvimento de automóveis elétricos de direção autônoma, mas nenhuma decisão foi tomada, já que as discussões estão em estágio inicial”, disse a Hyundai.

Claro, as declarações da Hyundai que excluem a Apple não significam que as duas não estejam discutindo uma parceria. No entanto, a Apple tem o histórico de evitar vazamentos e se esforça ao máximo para disfarçar quando eles acontecem, além de destruir protótipos de produtos que ainda não foram anunciados oficialmente.

Ainda assim, as falas anteriores da Hyundai só aumentam os rumores recentes de que o projeto do Apple Car foi ressuscitado. A empresa teria começado a desenvolver a tecnologia de carros autônomos em 2014 por meio do Projeto Titan. Inicialmente, parecia que ela estava desenvolvendo o hardware para um “iCar” de verdade, mas outros rumores sugeriram que a companhia havia mudado de direção, focando apenas no software.

Mais recentemente, uma matéria da Bloomberg observa que a Apple agora tem uma pequena equipe de engenheiros de hardware trabalhando em sistemas de tração, interiores de veículos e designs externos de carros.

Patentes também estão surgindo aqui e ali, indicando que a Apple definitivamente pensou em tecnologia automotiva. A Apple também é famosa por roubar talentos da Tesla, a ponto de Elon Musk se referir à empresa como o “cemitério da Tesla”. Em 2019, a Apple demitiu mais de 200 funcionários que trabalhavam no projeto secreto, mas a Bloomberg observa que, desde então, contratou ex-funcionários da empresa automotiva de Musk.

Embora alguns tenham especulado que poderíamos ver um carro da Apple já em 2024, alguns analistas acreditam que levará muito mais tempo para isso acontecer. Ming-Chi Kuo aposta em um lançamento entre 2025 e 2028. Da mesma forma, Mark Gurman, da Bloomberg escreveu que o automóvel está a “pelo menos meia década” de distância e citou engenheiros anônimos da Apple, que disseram que o lançamento pode levar de cinco a sete anos.