A inacabável saga dos problemas de teclados em novos MacBooks ganhou uma nova atualização. Em um memorando interno vazado, a companhia diz que todos os reparos de teclado devem ser feitos em lojas com o prazo de um dia. Então, se você tem um dos novos MacBooks que as teclas que grudam (fazendo com que você involuntariamente acione uma tecla repetidas vezes) ou que simplesmente não funcionam, é hora de você tentar marcar uma visita a uma loja da Apple.

O memorando da Apple, obtido pelo MacRumors, é endereçado aos funcionários da Genius Bar que, muito provavelmente, tiveram de lidar com consumidores donos de aparelhos com teclados que não funcionam direito. Intitulado “Como oferecer suporte a clientes Mac com problemas sobre teclado na própria loja”, o documento diz:

A maioria dos reparos relacionados a teclado terão de ser concluídos no próprio local. Peças de reposição adicionais foram enviadas às lojas para comportar o aumento de volume.

Esses reparos devem ser priorizados para que os teclados estejam consertados no dia seguinte.

Contatada, a Apple não respondeu ao nosso pedido de comentário.

Olha, se for como diz o memorando, é rápido, hein? Supondo que a Genius Bar não seja inundada por donos de Mac, é possível que você tenha sua máquina consertada em menos de 24 horas. Então, se sua desculpa para consertar o teclado é que você não pode ficar sem computador por muito tempo, talvez agora seja a hora para você se programar e deixá-lo por um tempo com a Apple ou com uma assistência técnica.

É importante notar que este problema das teclas que “travam” foi reportado em MacBooks de 2015 e MacBooks Pro de 2016. Estes foram os primeiros laptops com o mecanismo borboleta.

Diferença entre o teclado tesoura (usado na maioria dos computadores) e do mecanismo borboleta (usado em laptops da Apple)

Diferença de mecanismo de teclado tesoura (usado na maioria dos computadores) e o borboleta, usado em alguns laptops Apple. Crédito: Reprodução

A Apple, então, mudou o design incluindo uma membrana de silicone, com o objetivo de evitar que as teclas dos MacBooks Pro e MacBooks Air de 2018 não “travassem”. No ano passado, a Apple foi alvo de pelo menos três ações nos Estados Unidos. A companhia, então, reconheceu a falha de design em modelos anteriores e ofereceu reparo para MacBooks de 12 polegadas vendidos entre 2015 e 2017 e de MacBooks Pro comercializados entre 2016 e 2017. Se você tem um desses modelos com teclas que não funcionam bem, você deve tentar procurar ajuda. O reparo não tem custo, mas é necessário certo tempo para o conserto.

Se você tem um Macbook Pro de 2018 ou MacBook Air de 2018 com problema no teclado, não tem muito jeito. A Apple ainda não ofereceu uma opção de reparo gratuito para estes modelos, até porque a empresa ainda não reconheceu o problema. “Estamos cientes que um pequeno número de usuários está com problemas em teclados borboleta de terceira geração e lamentamos por isso”, disse a Apple em um comunicado no mês passado.

Talvez no próximo ano e após mais algumas ações, a Apple passe a consertar também estes laptops gratuitamente. Ou talvez a companhia, finalmente, desista deste mecanismo borboleta para que os usuários possam usar esta função complicadíssima dos laptops que é digitar.