muitas coisas legais vindo com o iOS 15. Mas confesso que achei o redesenho do Safari uma grande decepção. Só que a Apple parece estar atenta ao feedback dos usuários que já estão usando o sistema operacional em fase beta. Prova disso é que o sexto beta do software agora oferece a opção de trazer de volta a versão antiga (no caso, a atual) do navegador.

GIF: Caitlin McGarry/Gizmodo

Vamos recapitular. O Safari passou por uma mudança visual significativa assim que o primeiro beta do iOS 15 foi lançado. A barra de pesquisa foi movida para a parte inferior da tela, principalmente para tornar o uso mais fácil com apenas uma mão. A questão é que essa nova interface também propiciou que as partes superior e inferior da janela ficassem alternando repetidas vezes.

Outras funções importantes, como o botão recarregar, estavam ocultas em menus pouco intuitivos. Falamos sobre isso e outras coisas mais em nossa prévia do iOS 15 — e o novo Safari foi uma das poucas novidades que pareciam estar completamente inacabadas.

Agora na versão beta mais recente da plataforma móvel, como nota o Independent, a Apple fez pequenos ajustes no layout do navegador após comentários de usuários que já estão com o software instalado em seus iPhones. A barra de pesquisa permanece na parte inferior da tela, mas os usuários agora podem selecionar um modo de “guia única” que, no final das contas, é a versão antiga do Safari, em que a barra de buscas fica no topo da página.

Mudança de estratégia?

Talvez você se pergunte: mas e daí? Esse não é o propósito de um beta, em que a empresa vê o que funciona e o que precisa de conserto, antes de um lançamento generalizado?

Bom, sim. Acontece que estamos falando da Apple, conhecida por raramente (e bota raro nisso) voltar atrás em suas decisões relacionadas a design. É só tomar como exemplo quando a companhia matou a entrada de 3,5 mm para fones de ouvido: na época, o vice-presidente sênior da Apple, Phil Schiller, declarou como “corajosa” tal atitude. Mas deixe-me traduzir para você: o que a empresa quis dizer, na verdade era “olha, desculpe, pessoal, vocês podem não gostar do que fizemos, mas confie em nós quando dizemos que é o melhor”.

Se era ou não o melhor a se fazer, há controvérsias. Porém o movimento foi amplamente seguido por outras fabricantes, que também começaram a matar a entrada P2 para fones tradicionais.

Assine a newsletter do Gizmodo

Quando a Apple muda de planos, todo o processo é bastante demorado. No ano passado, a empresa cedeu quando se tratou de seus odiados teclados borboleta e voltou a usar o mecanismo de tesoura nos MacBooks. No entanto, foram necessários quase cinco anos de reclamações para chegar a esse ponto.

Talvez (e aqui eu pontuo com muita cautela) as coisas estejam mudando com o Safari no iOS 15. Só o fato do navegador ter uma opção separada para usuários voltarem ao design antigo é uma grande mudança em na estratégia usual da Apple. Vamos aguardar para ver que outras surpresas o sistema nos reserva até seu lançamento oficial, programado para sair entre setembro e outubro.