O novo iPhone tradicionalmente é apresentado em setembro. Portanto, não falta muito tempo. Portanto, isso quer dizer que vamos começar a ver cada vez mais vazamentos e rumores sobre os lançamentos da Apple. As informações mais recentes, obtidas pelo site 9to5Mac, indicam que serão mais uma vez três iPhones, com um novo motor de vibração, câmeras com lente grande-angular e a mesma porta Lightning.

Segundo o site, os três iPhones 11 (ou iPhones XI, ainda não sabemos o nome) substituirão os modelos atuais. O aparelho iPhone 12,3, de codinome D42 substituirá o iPhone XS; o iPhone 12,5, de codinome D43, substituirá o iPhone XS Max; e o iPhone 12,1, de codinome N104, substituirá o iPhone XR.



Os três devem vir com o novo chip A13, de codinome Cebu, modelo T8030. O esquema de telas continua o mesmo da linha atual, com os dois modelos mais caros com telas OLED, e o mais barato com uma Liquid Retina. As resoluções continuam as mesmas. A porta Lightning também continua — não vai ser dessa vez que teremos iPhones com USB-C, como o iPad Pro.

Além disso, a Apple deve colocar no aparelho um novo Taptic Engine, o motor responsável pelas vibrações do celular. O 9to5Mac especula que isso deve garantir um novo tipo de resposta ao toque, já que eles não devem contar mais com o 3D Touch.

Os três aparelhos também devem vir com uma câmera a mais, com uma lente grande-angular (ou wide, como preferir) para conseguir enquadrar mais coisas em uma foto. Isso reforça informações que apareceram lá em maio.

Os mockups (celulares de mentirinha, feitos só como modelos de exibição) que estão circulando por aí, como em canais do YouTube (de onde tiramos a imagem lá de cima, inclusive), mostram um quadrado no canto superior esquerdo da traseira dos aparelhos, que agruparia as três lentes dos dois novos modelos mais caros e as duas do modelo mais barato.

Além disso, o 9to5Mac diz que eles contarão com uma função chamada Smart Frame, que usa a nova câmera para capturar um ângulo maior que o enquadramento em fotos e vídeos. Isso daria ao usuário a opção de editar a imagem depois de fotografar ou gravar. Esse enquadramento extra ficaria disponível por tempo limitado e seria apagado caso o usuário decidisse não usar.

A câmera frontal também deve ser atualizada para ganhar um modo câmera lenta de 120 quadros por segundo.

Saberemos se os novos iPhones têm ou não tudo isso em setembro, quando eles devem ser apresentados ao público. Já outros rumores, como 5G, telas mais responsivas e chips de 5nm devem ficar mesmo para 2020.

[9to5Mac, MacMagazine, Entre Linhas]