Um dos passos mais cruciais que as pessoas podem dar para proteger seus dados é usar senhas únicas e complexas que não são fáceis de serem adivinhadas, nem recicladas ou reutilizadas entre suas contas. A maneira mais conveniente de fazer isso é usando um gerenciador de senhas. A Apple disponibiliza um gratuitamente para usuários de macOS e iOS, mas o aplicativo não se compara às funcionalidades dos populares gerenciadores de senhas como LastPass e 1Password.

Isso pode mudar em breve, com a empresa se preparando para trazer algumas das melhores funcionalidades desses aplicativos para o Keychain (Acesso às Chaves). De acordo com uma matéria do 9to5Mac, que disse ter obtido uma versão antecipada do iOS 14, a Apple está testando novos recursos de segurança para o iCloud Keychain.

Dentre as funcionalidades, estão avisos aos usuários sobre senhas reutilizadas para prevenir contra senhas fracas, além da introdução de uma integração de autenticação em dois fatores que permitiria aos usuários entrar em sites sem ter que usar um segundo código enviado via SMS ou e-mail, que pode ser menos seguro do que usar a função por meio de um gerenciador de senhas, ou um aplicativo de autenticação de terceiros.

A Apple não retornou imediatamente ao pedido de comentário do Gizmodo sobre os recursos.

Apesar das novas funcionalidades, os usuários da Apple podem não estar totalmente prontos para cancelar as suas assinaturas pagas de outros gerenciadores de senhas.

A praticidade no funcionamento de gerenciamento de senhas de terceiros é muito grande, funcionando entre diferentes dispositivos — no iPhone, por meio do autocompletar do Keychain; no Chrome, por meio de uma extensão e no desktop — torna muito difícil querer deixar esses serviços, sobretudo pela facilidade de funcionamento.

Mesmo assim, a Apple introduzindo algumas dessas funções ao seu gerenciador de senhas poderia ajudar seus usuários a fazer uma limpeza em suas senhas, ainda mais para quem usa uma senha para tudo, além de tornar a verificação em duas etapas um pouco mais transparente nos sites que suportam o recurso — especialmente substituindo quando o código vem por SMS, por exemplo, que pode facilitar o roubo de informações ou até mesmo o SIM card do telefone, possibilitando a clonagem do WhatsApp.

Ainda não há data para lançamento do iOS 14, mas espera-se que seja lá para setembro. Neste meio tempo, é provável que a Apple libere um beta do sistema e talvez a funcionalidade já esteja por lá. Enquanto isso é melhor você não abandonar seus gerenciadores de senha.