Lojas oficiais da Apple que oferecem assistência técnica para a empresa não vão mais consertar iPhones que estejam registrados como “perdidos”. Os locais não irão aceitar mesmo que os portadores aleguem ser os legítimos donos dos aparelhos.

O portal MacRumors teve acesso a um comunicado destinado aos funcionários da Apple, que tratava do assunto com os funcionários da empresa. A intenção da Apple é impedir que os iPhones roubados ou adquiridos de forma ilícita recebam reparos por meios oficiais.

A empresa já adotava a política de recusar smartphones de pessoas que alegavam não ter conseguido desativar o recurso “find my phone”, utilizado para localizar dispositivos perdidos.

Assine a newsletter do Gizmodo

Antes de aceitar consertar os aparelhos, as autorizadas deverão verificar se os smartphones estão regularizados em um banco de dados que reúne informações sobre os smartphones da Apple em todo o mundo. A companhia ainda não se pronunciou publicamente sobre a nova orientação.