Não há dúvida de que Steve Jobs, falecido em 2011, deixou um legado duradouro na Apple. Uma coisa que ele não deixou para trás, no entanto, foram planos para um smartwatch.

>>> Apple Watch: tudo o que você precisa saber



O Apple Watch é totalmente um produto da Apple de Tim Cook, de acordo com um perfil da empresa na Bloomberg Businessweek:

Com um Apple Watch envolto na mão como um soco-inglês, [Jony] Ive revela que o projeto foi concebido em seu laboratório, há três anos, logo após a morte de Jobs e antes de “wearables” virar um termo comum no Vale do Silício.

Jony Ive, chefe de design na Apple, entrou em detalhes sobre o desenvolvimento do Apple Watch, explicando que o pinch-to-zoom não funcionava muito bem no relógio high-tech deles:

A equipe de Ive primeiro tentou usar a mesma touchscreen com pinch-to-zoom que eles inventaram para o iPhone, mas a tela era muito pequena e os dedos escondiam o display. Um ano depois, o grupo começou a testar o que se tornaria o recurso físico mais marcante do Apple Watch: a “coroa digital”, botão giratório usado tradicionalmente para acertar a hora em relógios de pulso.

O Apple Watch só será lançado em 2015, e portanto vai perder a lucrativa época das compras de fim de ano. O motivo? Jeff Williams, vice-presidente sênior de operações, diz à Bloomberg Businessweek que eles preferem priorizar a qualidade.

Williams não tem remorso sobre o Apple Watch não ser vendido durante as festas de 2014. “Queremos fazer o melhor produto do mundo”, diz ele. “Um dos nossos concorrentes está em sua quarta ou quinta tentativa, mas ninguém está usando.”

Críticas

Williams certamente está se referindo à Samsung, com seus Galaxy Gear, Gear 2, Gear Fit, Gear 2 Neo, Gear Live e Gear S. Curiosamente, não há qualquer menção ao Moto 360 na reportagem, que lista algumas críticas ao Apple Watch: a interface parece confusa, não está claro se ele seria mais útil que um smartphone, e ele ainda será muito caro.

Nós tivemos uma boa primeira impressão do Apple Watch: o relógio em si, em um nível puramente físico, é bonito e agradável. Mas o software ainda é uma incógnita, assim como a duração da bateria, e ficou a dúvida: este relógio pode cumprir o que promete?

Gadi Amit, presidente da NewDealDesign – que criou o design da câmera Lytro e do monitor de atividade física FitBit – ainda diz que “alguns homens vão achar que ele é um pouco feminino, e algumas mulheres podem achar que ele é muito volumoso”. Cook não responde às críticas, e apenas diz que não venderia o Apple Watch por preços menores para não comprometer suas margens de lucro.

Cook também prega paciência. “Nós poderíamos ter feito o relógio muito antes, honestamente, mas não com o acabamento, qualidade e integração desses produtos”, diz ele. “E por isso estamos dispostos a esperar.”… Cook diz que este é “o início de um longo prazo”.

A Apple está disposta a ser paciente, mas se o produto fracassar, isso não adianta muito. Dado que Jobs aparentemente não teve nenhum papel no Apple Watch, este poderia ser o primeiro grande triunfo independente de Tim Cook… ou seu maior constrangimento. [Bloomberg Businessweek]