A primeira coisa que chama a atenção na nova câmera da Samsung, que vem com Android e lentes intercambiáveis, é o quão grande a tela AMOLED de 4,8 polegadas parece ser quando está na parte de trás de uma câmera. Mesmo desligada, ela parece um abismo arrebatador sem fim.

Então, quando você liga a câmera, a interface TouchWiz está lá na sua frente, mostrando um widget especial de câmera. Segure o botão de disparo e a interface de câmera que nós já vimos na Galaxy Camera aparece. A partir daí, há um click wheel sem identificações onde o mode dial costuma ficar numa DSLR. Rode-o e a câmera alternará entre os modos básicos de disparo e alguma das funções da câmera.



ku-xlarge (11)

É tudo muito rápido. Nossa única reclamação é que a Samsung fez uma interace gráfica não muito bonita para a estrutura profunda de menus da série NX. Parece que você está tirando fotos com um smartphone, mas quando vai fuçar as configurações da câmera, parece que voltou ao passado.

ku-xlarge (12)

É muita coisa moderna aplicada ao velho conceito de lentes intercambiáveis. Sim, durante todo o tempo em que você usa esta coisa, está olhando para a tela como se fosse um celular, tanto que quase esquece que tem um visor bem acima do display em que você pode colocar o olho. Você também pode acabar esquecendo que o sensor APS-C e as lentes refinadas que você está usando são tão boas que vale a pena colocar o olho lá para ver melhor o que está fazendo.

Nós teremos que esperar até levar a Galaxy NX ao mundo real para descobrir se todas as novidades são úteis ou não passam de mera distração. Ainda não há informações sobre preços no Brasil ou nos EUA. Para ver mais detalhes sobre as especificações, dê uma olhada no post sobre o anúncio.