A Ubisoft anunciou nesta terça-feira (24) que, por meio de retrocompatibilidade, Assassin’s Creed Odyssey agora pode ser jogado no Xbox Series X|S e PlayStation 5 em 60 frames por segundo. Isso coloca o jogo de RPG, lançado em 2018, a par com a fluidez do mais novo game da franquia, Valhalla, que chegou às duas últimas gerações no final do ano passado.

Em uma publicação no fórum oficial da Ubisoft tivemos a informação que isso passou a valer desde a madrugada de hoje. O update 1.6.0 vem em um arquivo de 370 MB, na versão do Xbox One, e 470 MB, no PlayStation 4, com melhorias perceptíveis para quem rodá-lo no Series X|S e no PS5, respectivamente.

Assassin’s Creed Odyssey se destaca por unir a mitologia grega ao que já conhecemos sobre assassinos e templários, na franquia que completa 14 anos de existência em 2021. Odyssey por enquanto segue como o maior mapa, com aproximados 256 km2 exploráveis se considerarmos a área ocupada pelos oceanos. Para efeito de comparação, é quatro vezes maior que os desertos de Origins e uma centena de vezes maior que o mapa de Paris que vimos em Unity, que tem apenas 2,4 km2.

Diferente de outros jogos cuja performance foi feita pensando na nova geração, como Control, esta atualização não é propriamente nativa dos atuais videogames. Por isso, você não terá os gatilhos responsivos do DualSense (do PS5) como vimos em Valhalla, nem encontrará o game nas lojas digitais em versões dedicadas para PS5 e Series X|S. Esta é somente uma melhoria de performance para o jogo rodar de maneira mais fluida.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ainda não há notícias a respeito de o mesmo acontecer com Assassin’s Creed Origins, jogo que se passa no Egito, lançado em 2017. Pelo que vimos com outros lançamentos da Ubisoft, não deve demorar a termos um pacote compreendendo os 3 últimos jogos, vendido a um preço mais salgado.

[GamesRadar+]