Se você atualizou seu dispositivo móvel Apple para o iOS 12.4, é melhor ter cuidado antes de baixar apps. A Apple tem uma vulnerabilidade ainda não corrigida com esta última atualização, e hackers já estão usando a oportunidade para lançar um jailbreak para iPhone após anos sem opções do tipo, segundo reporta o Motherboard.

Jailbreaking consiste numa técnica para quebrar a segurança de dispositivos Apple. Por parte dos usuários, na prática, é possível baixar apps em lojas alternativas, além de fazer várias personalizações.

A Apple, infelizmente, reintroduziu um bug que foi consertado na atualização iOS 12.3. Como resultado, todos os iPhones rodando o iOS 12.4 agora podem ser alvos de jailbreak. Pwn20wnd — o pesquisador de segurança por trás da ferramenta unc0ver — liberou um jailbreak público para iOS no GitHub nesta segunda-feira (19). Embora fosse possível fazer jailbreak antes, faz um tempo que não dava para rodar um iPhone sem proteções com uma versão tão atualizada do iOS. Uma pesquisa no Twitter revela que muitos usuários conseguiram rodar a solução do Pwn20wnd.

O problema é que o mesmo bug que permite o jailbreak faz com que todos os iPhones atualizados estejam um pouco mais vulneráveis a serem hackeados. Mais especificamente, pesquisadores de segurança disseram ao Motherboard que agentes mal-intencionados podem se aproveitar do bug para criar spywares para iPhones. É provável que a Apple já esteja trabalhando em uma correção que deverá ser lançada sob o nome iOS 12.4.1 — especialmente por ter sido um bug que já tinha sido corrigido anteriormente. O Gizmodo entrou em contato com a Apple para questionar sobre planos de atualização, mas não obtivemos uma resposta.

Enquanto isso, usuários rodando o iOS 12.4 que não têm interesse em fazer jailbreaking em seus iPhones deveriam ter um pouco mais de cuidado ao baixar apps. A Apple tem regras bem restritas sobre apps disponibilizados na App Store, mas como observado pelo pesquisador de segurança Stefan Esser no Twitter, ter um jailbreak público significa que “o app baixado pode ter uma cópia do jailbreak nele”.