Os membros da banda ucraniana Antytila, super popular no país, surgiram em um vídeo compartilhado nas redes, equipados com farda militar em meio à guerra contra a Rússia. O tema, claro, não podia ser outro: a música. A mensagem dos integrantes dirigia-se ao cantor popstar britânico Ed Sheeran, um dos nomes ligados a um concerto musical de apoio à causa da Ucrânia.

Agendado para 29 de março, em Birmingham, o Concert For Ukraine será um espetáculo de duas horas com objetivo de arrecadar fundos para ajuda humanitária do país sob invasão russa. O elenco que fará parte da apresentação, como seria de esperar, será de peso: Nile Rodgers, Manic Street Preachers, o próprio Ed Sheeran, Camila Cabello e Snow Patrol serão alguns dos convidados.

Mesmo no meio da guerra, a banda ucraniana não quis deixar a oportunidade passar e fez um apelo: “Olá, Ed Sheeran, saudações da Ucrânia. Somos músicos da banda Antytila, uma das bandas mais famosas no país. Em tempos de paz, os nossos concertos enchiam estádios”, diz o vocalista. “A guerra mudou a nossa vida e agora lutamos, de armas na mão, contra os invasores russos.”

Entre agradecimentos pelo apoio à luta ucraniana e promessas de que nunca se irão esquecer dos gestos vindos do ocidente, os três músicos deixaram uma proposta. “Soubemos hoje do concerto que terá lugar em Birmingham e queremos propor uma ligação direta entre Kiev e Birmingham, na qual os Antytila participariam, remotamente, no vosso concerto. A nossa banda tocará diretamente de Kiev, uma cidade que não se rende e nunca se renderá.”

“Não temos medo de tocar sob as bombas. Através da música, queremos mostrar ao mundo que a Ucrânia se mantém forte e soberana. Lutaremos e cantaremos pela vitória, perante todo o mundo que nos apoia.” Apesar do apoio de milhares de pessoas, ainda não foi dada qualquer resposta oficial ao convite feito pelo grupo. Confira ao vídeo: 

Os Antytila encontram-se neste momento em Kiev, na Ucrânia, tendo trocado os seus instrumentos pelas armas para combater os invasores russos. A banda mostrou-se disposta a atuar à distância.

Curiosamente, os Antytila já tinham uma ligação ao hoje presidente e herói dos ucranianos, Volodymyr Zelensky. Um ano antes de assumir o cargo, o comediante e agora político participou no videoclipe de um dos maiores êxitos da banda, “Lego”.

“A nossa participação na guerra Rússia-Ucrânia começou em 2014, quando a Rússia anexou a Crimeia e iniciou atividades criminosas no Donbass. Nesse momento, interrompemos a digressão e começámos a fazer voluntariado”, conta o vocalista Taras Topólia à Euronews, que se juntou à luta no final de fevereiro, juntamente com os outros dois membros da banda.

Espera-se que o espetáculo arrecade mais de 3 milhões de euros. As receitas serão doadas ao Disasters Emergency Committee, um grupo de associações de caridade que criou um fundo de apoio às vítimas da guerra na Ucrânia.

Confira o Antytila em “Lego”: