De acordo com a AFP, “pelo menos” um milhão de baratas escaparam de um viveiro em Jiangsu, China, onde elas eram criadas para aplicações na medicina tradicional como tratamentos do câncer e de inflamações. Os insetos fugiram por causa de um “predador desconhecido” que invadiu a estufa onde elas eram criadas.

As baratas aparentemente correram para os milharais no entorno da estufa e agora estão se espalhando pela área. A grande fuga é, também, uma grande perda para o dono das baratas, Wang Pengsheng, que investiu cerca de US$ 16 mil para trazer 102 kg de ovinhos de baratas da espécie barata-americana à sua fazenda, alimentando-as com “frutas e biscoitos” todo dia. Ele planejava vender as baratas a fim de obter lucro de US$ 162 por quilo. As autoridades chinesas estão tentando controlar os insetos, mas eles estão avançando. E eles chegarão até você. Aliás, já deu uma olhada embaixo da sua mesa hoje? [PhysOrg. Imagem: Shutterstock/Smit]