Um sheik excêntrico, ou talvez apenas egocêntrico, mandou escrever o nome dele no deserto de uma ilha dos Emirados Árabes Unidos que pertence a ele. As letras são tão grandes que o H, o primeiro A e parte do M viraram canais para o mar. Elas têm 1.000 metros de altura, enquanto o nome tem 3.000m de comprimento e pode ser lido do espaço.

De acordo com o jornal britânico The Sun, o nome gigantesco foi comissionado pelo xeque Hamad Bin Hamdan Al Nahyan, que mandou seus criados escreverem “HAMAD” na areia. Ele também é o segundo homem mais rico da região, e não se importa que o nome dele não está alinhado às nossas convenções terrenas de norte-sul-leste-oeste. São preocupações menores quando seu nome pode ser lido até no Google Maps. [Google Maps via The Sun]

[map: http://maps.google.com/?ll=24.352883,54.302845&spn=0.083354,0.216293&t=h&z=13]