Falamos por aqui sobre o Cabify, um rival do Uber que conta com apoio da gigante japonesa Rakuten. Ele estreia hoje em São Paulo sem tarifa dinâmica e sem cobrar por tempo percorrido, apenas por distância.

Como explica a Exame, o Cabify chegou apenas na categoria Light – semelhante ao UberX – e tem três níveis de tarifas: R$ 2,50 por quilômetro em percursos de 5 km a 10 km; R$ 2/km em rotas de 10 km a 25 km; e R$ 3/km em viagens acima de 25 km. A tarifa-base é de 50 centavos e sobe para R$ 2,50 em horários de pico (segunda à sexta das 6h às 10h e das 16h às 21h).

Em três cenários diferentes – viagem curta e demorada; curta e rápida; e longa – o UberX é mais barato que o Cabify. A coisa muda de figura caso o Uber cobre tarifa dinâmica (exceto no caso de viagens longas). Confira na tabela abaixo:

O valor da corrida é descontado automaticamente do cartão de crédito cadastrado no app, que está disponível para iOS, Android e web (breve para Windows também). 75% do total fica com o motorista. Você poderá usar o código MEUCABIFY para obter desconto de R$ 20 nas duas primeiras corridas no serviço.

A Cabify recebeu investimento da gigante do e-commerce Rakuten – dona do Viber e dos e-readers Kobo – e existe desde 2011, atuando na Espanha, México, Peru, Chile e Colômbia. Ela deve chegar em breve ao Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia e Porto Alegre.

Há também o WillGo, outro concorrente do Uber que não cobra tarifa dinâmica. Ele está em operação em São Paulo, Rio, BH, Brasília e Porto Alegre.

[Exame e Folha]