Enquanto o Uber passa pela maior crise recente entre empresas de tecnologia e a 99 recebe um aporte histórico de US$ 200 milhões em uma só rodada de investimentos, a espanhola Cabify e a brasileira Easy (antes EasyTaxi) uniram operações na América Latina. Segundo a revista Exame, a negociação acontecia desde o fim de 2016 e, apesar de ser anunciada como uma fusão, se trata da aquisição da Easy pelo Cabify. Os valores não foram revelados.

• 99 recebe aporte histórico de US$ 200 milhões em uma só rodada de investimentos
• Justiça do Trabalho de BH reverte decisão de vínculo empregatício entre Uber e motorista

Pelo menos por enquanto, os aplicativos irão operar com suas próprias marcas. Quem comandará será Juan de Antonio, co-fundador e presidente do Cabify, por meio de um modelo similar a uma holding. É possível que daqui a alguns meses eles se tornem um app único. “No futuro, a união de marcas pode acontecer, mas não vai ser no curto prazo. As duas marcas funcionam bem estando separadas e temos capital para manter isso”, disse Jorge Pilo, co-presidente da Easy à Exame.

Fundada em 2011 com foco em táxis, a Easy está presente em 170 cidades de 12 países. A empresa levantou mais de US$ 77 milhões e tinha como principal acionista o fundo alemão Rocket Internet. Com a chegada do modelo de corridas particular, com Uber e Cabify, o aplicativo perdeu espaço no mercado de transporte. A companhia até lançou o EasyGo, com carros particulares, mas foi devorada pela campanha agressiva da 99 com o 99Pop.

O Cabify também foi fundado em 2011 e já recebeu US$ 250 milhões em aporte financeiro. A principal investidora é a japonesa Rakuten. Nesse momento, a companhia espanhola está com rodada de investimentos em aberto na tentativa de captar mais US$ 200 milhões. Ela chegou por aqui em 2014 e rapidamente o país se tornou seu maior mercado. Em abril, foram anunciados planos para o investimento de US$ 200 milhões no Brasil. O app atua também na Espanha, Portugal e outros países da América Latina.

Para os clientes, a disputa pelo mercado é vantajosa. A tendência é que cada vez mais sejam liberados cupons de descontos e promoções em eventos especiais. A estimativa atual é que o mercado de corridas com carros particulares seja de 30 milhões de viagens por mês, com o Uber liderando com 60% a 70% do total.

[Exame, Bloomberg]

Imagem do topo: Cabify/Divulgação