Vista de fora, a vida de um cachorro pode parecer próxima do ideal, pelo menos nos momentos em que nosso desejo de não fazer nada supera nosso impulso em fazer as coisas (ir trabalhar, lavar a louça, comprar comida para o cachorro).

Além disso, os cachorros geralmente não precisam de remédios para serem capazes de passar por um dia. Mas eles o fariam se entendessem o conceito de um analgésico e de alguma forma conseguissem abrir os frascos com as suas patinhas?

Em outras palavras: os cachorros sofrem com dores de cabeça? Para o Giz Pergunta desta semana, contatamos vários especialistas em medicina e comportamento canino para descobrir.

Tim Bentley

Professor associado de neurologia e neurocirurgia veterinária, Purdue Veterinary Medicine

Sim, eles podem ter dores de cabeça. Como neurologista-neurocirurgião veterinário, vejo cães com problemas como tumores cerebrais ou encefalites que causariam dor de cabeça em pacientes humanos o tempo todo.

Nem sempre é fácil olhar para um paciente canino e responder imediatamente à pergunta: eles têm dor de cabeça? Mas vemos casos em que eles apresentam dados clínicos consistentes com a dor, o diagnóstico de uma doença que pode causar dor de cabeça e, em seguida, uma resposta ao tratamento da dor de cabeça. Por exemplo, eu pude ver um cachorro com um batimento cardíaco alto, um sinal clássico de estar com dor.

O cachorro parece infeliz ou desconfortável para o dono do animal e para mim, e não há nada como artrite ou enterite que seria uma causa óbvia de desconforto. Eu faço uma ressonância magnética que mostra um tumor cerebral. Dou um analgésico e a frequência cardíaca diminui, e o paciente parece muito mais feliz e confortável para mim e sua família. (Existem até casos em que analgésicos comuns não têm ajudado, mas analgésicos para “dor neuropática” deixam o paciente confortável e diminuem a freqüência cardíaca).

Não imaginamos realmente os cachorros sofrendo com dor de cabeça todos os dias da mesma maneira que os humanos. Mas sim, seria difícil saber se eles sofrem com elas. Com uma dor de cabeça diária, meus exames neurológicos não encontrariam nenhuma anormalidade.
Exames como ressonância magnética ou punções lombares não mostrariam nenhuma anormalidade. Portanto, seria muito difícil provar se um cachorro aparentemente saudável apresenta ou não uma dor de cabeça.

Para os donos de animais, eu diria que, se o seu cachorro parecer desconfortável e sensível na região da cabeça, vá ao veterinário. Quase sempre há uma explicação óbvia como doença dentária (como gengivite), infecção no ouvido ou algo assim. Há momentos em que seu veterinário pode encontrar evidências clínicas de algo como um tumor cerebral ou encefalite e encaminhá-lo a um neurologista veterinário, como eu. Felizmente, doenças muito mais simples de tratar, como podridão dentária ou infecções de ouvido, são muito, muito mais comuns.

“Como neurocirurgião veterinário, vejo cães com problemas como tumores cerebrais ou encefalite que causariam dor de cabeça em pacientes humanos o tempo todo”.

Adam Boyko

Professor Associado de Ciências Biomédicas da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Cornell, cuja pesquisa se concentra na genética canina

Acho que não temos uma boa maneira de saber de fato se os cachorros sofrem dores de cabeça. Eu ficaria chocado se eles não tivessem, já que a biologia deles é muito semelhante à nossa. Eles têm algumas condições veterinárias que, em doenças humanas, estão associadas a dores de cabeça: algumas raças são predispostas à encefalite, o que causaria algo assim; eles têm tumores, infecções nos sinos, inchaço. Todas essas coisas estão associadas a dores de cabeça em humanos. Mas nunca dê a um cão remédio para dor de cabeça humana – essa é uma receita para o desastre.

Uma das maneiras pelas quais alteramos geneticamente os cães é que os criamos para ter todas essas conformações de raças diferentes, e uma das coisas que mudamos profundamente é o formato do crânio, que causa diferenças nos formatos do cérebro, então há todo tipo de interação potencialmente acontecendo lá. Há uma diferença de 50 vezes no tamanho do corpo em algumas raças.

Mas os cães, por serem carnívoros não deixam transparecer quando sentem dor – eles tentam fazer cara de corajoso. Se você está lá fora na natureza, não quer demonstrar fraqueza – essa é uma receita para você não ser mais o cachorro alfa da matilha, eles vão te atacar.

“Por serem carnívoros, sua natureza é não deixar transparecer quando sentem dor – eles tentam fazer cara de corajoso. Se você está lá fora na natureza, não quer demonstrar fraqueza – essa é a receita para você não ser mais o cachorro alfa da matilha, eles vão te atacar”.

Elizabeth Stelow

Clínica e veterinária comportamental, Clínica Comportamental da UC Davis

Alguns veterinários têm certeza de que os cachorros sentem dores de cabeça semelhantes às enxaquecas nas pessoas; eles baseiam sua certeza em comportamentos de dor exibidos por cães que se concentram na cabeça e que têm análogos próximos dos comportamentos de dor humanos em resposta a enxaquecas. Outros acreditam que os cães podem sentir dor de cabeça após alguns tratamentos médicos invasivos e referem-se a essas síndromes dolorosas como dores de cabeça. O que falta são estudos controlados sobre cães, direcionados a responder a pergunta de forma decisiva.

Na minha perspectiva, eu me pergunto por que os cachorros estariam isentos de desenvolver dores de cabeça com muitos dos mesmos sintomas e devido a muitas das mesmas causas que os humanos relatam. Eles têm muitas vias neurais centrais que são semelhantes às dos seres humanos. Por que esses caminhos ocasionalmente não teriam problemas de maneira semelhante? Meu cachorro é epilético; durante vários minutos após uma convulsão especialmente violenta, ele parece apertar os olhos e manter a cabeça baixa, me fazendo pensar que ele está com dor de cabeça. Mas, isso é puramente especulação da minha parte.

“Cachorross com tumores cerebrais tendem a empurrar a cabeça contra paredes e móveis, como se a cabeça doesse, e os medicamentos anti-inflamatórios melhoram esse” comportamento”.

Charles H. Vite

Professor de neurologia da Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Pensilvânia

Todos os sinais apontam para o fato de que sim. Os cachorros têm tumores cerebrais com a mesma incidência que as pessoas. As pessoas frequentemente relatam dores de cabeça quando têm tumores cerebrais. Cachorros com tumores cerebrais tendem a empurrar a cabeça contra paredes e móveis, como se a cabeça doesse, e os anti-inflamatórios melhoram esse comportamento. É provavelmente semelhante às pessoas que pressionam a cabeça (com as mãos, uma faixa ou um chapéu) para melhorar a dor de cabeça.

Os cachorros têm dores de cabeça aleatoriamente como nós? Não há evidências para isso. Como os cães não sofrem de estressores e resfriados semelhantes aos nossos, é possível que eles não sofram de dores de cabeças normalmente como nós. Felizmente, ficar de ressaca também é muito raro em cães.

“Os cachorros têm dores de cabeça aleatoriamente como nós? Não há evidências para isso”.

Valeri Farmer-Dougan

Professora e diretora do Laboratório de comportamento e cognição canino da Universidade Estadual de Illinois

Sim, os cachorros têm dores de cabeça, como qualquer mamífero.

Algumas mudanças de comportamento podem estar associadas à dor de cabeça: obviamente, uma mudança na atividade. Os cães podem ser muito menos ativos e sensíveis à luz (recusando-se a sair para passear em um dia ensolarado, por exemplo). Eles podem não querer comer tanto e até evitar guloseimas. Eles podem esfregar a cabeça ou apoiá-la contra a parede, móveis ou até mesmo contra você. Eles podem esfregar os olhos. Os cães podem sofrer dores de dente, disfunções oculares, alergias, ferimentos na cabeça – muitas das mesmas coisas que fazem com que os humanos tenham dores de cabeça.

Os cachorros não podem nos dizer que sua cabeça está doendo; portanto, cabe aos seres humanos observar mudanças sutis em seu comportamento normal e levá-los para um diagnóstico médico o mais rápido possível. Obviamente, se for uma emergência médica, vá ao pronto-socorro. Desenvolver um bom relacionamento com seu veterinário e relatar sintomas anormais contribui para um cachorro saudável e feliz!

“Os cachorros não podem nos dizer que sua cabeça está doendo; portanto, cabe aos seres humanos observar mudanças sutis em seu comportamento normal e levá-los para um diagnóstico médico o mais rápido possível”.