Em 28 de janeiro, 8.000 pessoas se reunirão em São Paulo para a sexta edição da Campus Party Brasil. Veja do que você precisa para estar entre elas.

A venda de ingressos para a #cpbr6 começa hoje (02/10) ao meio-dia neste link, mas fica restrita apenas para quem já esteve na Campus Party. A partir do dia 7, a venda é liberada para todos.



É uma semana inteira de evento, de 28 de janeiro a 3 de fevereiro. E quanto custa? Você pode comprar a entrada por R$300 (até 11/10), R$400 (até 31/10) ou R$500 (até esgotar). E como sempre, você também poderá “morar” no Anhembi Parque – sede do evento – nas barracas da Campus Party, pagando um pouco a mais. Saiba mais detalhes e compre seu ingresso neste link.

A Campus Party será dividida em sete palcos que homenageiam grandes personagens da história, entre Galileu (tecnologia), Sócrates (software livre) e Gutenberg (mídias sociais). Ainda há o Palco Principal, com os destaques do evento, e o Stadium, para games e simuladores. A programação das palestras já está no ar, e você a confere aqui. Os palestrantes ainda não foram divulgados, o que deve acontecer nos próximos dias.

Até ontem, a sede era incerta por causa das eleições: Paco Ragageles, cofundador da Campus Party, explicou no Tumblr que a Prefeitura de São Paulo paga o aluguel para o evento, mas “a lei eleitoral… faz com que os governos não possam fechar acordos para períodos em que já não estarão governando”. Ele ainda disse que “estamos trabalhando com a Prefeitura e o Governo do Estado para viabilizar a ajuda de algum modo”. Cogitou-se levar a Campus Party para o Rio de Janeiro, ideia sugerida inclusive pela prefeitura paulistana, mas a #cpbr continua em SP.

Você vai? [Campus Party via Terra]

Foto por Campus Party Brasil/Flickr