O Google anunciou hoje, durante a conferência I/O 2015, uma versão do Google Cardboard – o headset de realidade virtual feito de papelão – para os dispositivos iOS. Além disso, foi anunciado o sistema Google Jump: software e hardware que padronizam a produção de vídeos em 360˚.

Clay Bavor, vice-presidente de gestão de produtos do Google, anunciou que além do app Cardboard para iOS, um novo modelo do Google Cardboard será lançado para se adequar aos celulares da Apple e a smartphones em geral com telas de até 6 polegadas.

Google CardboardGoogle Cardboard

Até então, o app Cardboard estava disponível apenas para celulares Android, mas a novidade permitirá aos usuários da plataforma iOS explorar cidades e ambientes virtuais, como museus — Bavor também anunciou o Google Expeditions, um programa que leva kits do Cardboard a escolas, dessa forma alunos podem visitar museus do mundo inteiro sem sair da sala de aula, por exemplo.

O Cardboard é vendido em diversos modelos com preços a partir de US$ 20.

Jump

Google Jump

Mas o Google não pensa em tornar fácil e acessível apenas a experiência em VR. Ele também quer tornar fácil a produção de vídeos em realidade virtual: junto ao anúncio do Cardboard para iOS, o Google também divulgou o sistema Jump. Trata-se de um apetrecho feito em parceria com a GoPro, que conecta 16 câmeras  e um software que padroniza a gravação e edição dos vídeos em 360˚, perfeitos para serem vistos pelo Google Cardboard.

Até então, produtores organizavam as gravações em 360˚ de forma autônoma, da captura de imagens à edição, e muitas vezes isso significava usar muita fita adesiva. Mas agora, com o Jump — software e o dispositivo — tudo isso fica mais simples e fácil.

Ele é composto pelo Jump Camera, o apetrecho que conecta 16 câmeras em círculo, e o Jump Assembler, software cujo algoritmo costura todos os vídeos gravados pelas 16 câmeras em um só. E para rodá-los? É só subir o vídeo no YouTube, também do Google.

No entanto, preço e data de lançamento não foram revelados. Sabe-se apenas que o sistema Jump, tanto software quanto o hardware, ficará em fase de testes com criadores de conteúdo do YouTube, para depois ser lançado ao público.

Google JumpGoogle Jump